Homem que matou a esposa em Santo André é morto com cinco tiros

Mais visitadas

Agressor foi detido na terça-feira, mas por conta da legislação eleitoral que proíbe prisões na semana do pleito, ele foi liberado e executado

 

Homem que matou esposa em Santo André foi liberado devido à lei eleitoral e depois executado. Foto: Reprodução

 

A Polícia Civil investiga o homicídio de José Carlos Beato, de 48 anos, de 48 anos, ocorrido neste domingo (15/11), em Santo André. O homem era investigado pelo feminicidio de sua esposa, de 42 anos, ocorrido no sábado (07/11). Ele foi morto com cinco tiros.

O suspeito estava com a prisão temporária decretada pelo Poder Judiciário após solicitação da autoridade policial. O caso segue em investigação pelo Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Santo André.

Liberdade levou homem para a morte

José Carlos Beato chegou a ser detido pela PM  (Polícia Militar) na terça-feira (10/11) e encaminhado à DDM (Delegacia dos Direitos da Mulher), mas foi liberado na sequência por conta da Legislação Eleitoral.

O delegado tinha solicitado a prisão temporária do assassino. No entanto, o artigo 236 do código eleitoral, (Lei 4737/65), diz que ninguém pode ser preso desde cinco dias antes até 48h depois do encerramento da eleição que ocorreu neste domingo (15/11)). Só são permitidas prisões em casos de flagrante.

 

Polícia Civil investiga o homicídio de José Carlos Beato, de 48 anos, de 48 anos, ocorrido neste domingo. Foto: Reprodução/Viva AVC

Mais publicações

2 COMENTÁRIOS

  1. Foi feita justiça,por meios excusos. Como essa justiça brasileira, tem quase 100 anos,quem será o culpado pela morte do assassino da esposa: o cara que o assassinou ou autoridade que o liberou?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações