Morre morador de rua que foi atacado e queimado neste domingo

Carlos Silva, de 39 anos, estava internado na UTI, mas não resistiu aos ferimentos e foi ao óbito nesta segunda-feira

 

Carlos Silva, de 39 anos, foi queimado neste domingo por um criminoso e estava internado na UTI, mas não resistiu aos ferimentos e foi ao óbito nesta segunda-feira. Foto: Reprodução

O morador de rua que foi atacado e queimado na madrugada deste domingo  (05/01), na Mooca, na Zona Leste de São Paulo, morreu na manhã desta segunda-feira (06/01). Carlos Roberto Vieira da Silva, de 39 anos, estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal do Tatuapé e não resistiu aos ferimentos e foi ao óbito. A polícia procura pelo criminoso.

Um vídeo mostra um homem, usando roupas pretas, que se aproxima do morador de rua que estava dormindo perto de uma carroça, faz fogueira e joga combustível que gerou uma explosão. Depois do crime, o homem foge e deixa pra trás o galão  onde estava a gasolina.

Duas pessoas que passavam pelo local em um veículo pararam para ajudar a vítima que estava em chamas. Outro homem também corre para ajudar a apagar as chamas do corpo do morador de rua.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*