15 de maio de 2021

Milhares de simpatizantes de Bolsonaro promovem atos pró-governo

Mais visitadas

Manifestantes exibiram faixas contra o Supremo Tribunal Federal e em defesa do voto impresso

 

Manifestantes exibiram faixas de apoio a Bolsonaro e contra o Supremo Tribunal Federal e em defesa do voto impresso. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro realizaram neste sábado (01/05),  Dia do Trabalho, manifestações pró-governo em várias capitais pelo país. Em São Paulo, milhares de apoiadores lotaram a avenida Paulista vestidos de verde amarelo e exibiram faixas contra o STF (Supremo Tribunal Federal) e pediram o voto impresso nas eleições.

A concentração na Capital Paulista foi frente ao edifício da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e teve início às 10h. Milhares de pessoas ocuparam quatro quarteirões durante todo o dia.

Os apoiadores gritaram palavras de ordem em apoio a Bolsonaro e também criticaram o governador João Doria (PSDB) pelas medidas restritivas quanto ao funcionamento do comércio para conter o avanço da Covid-19.

Milhares de simpatizantes de Bolsonaro promovem atos pró-governo. Foto: Klebão Moreira

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, discursou em um carro de som e fez críticas ao STF (Supremo Tribunal Federal).

“A raiz do mal está plantada no Supremo Tribunal Federal, que amarrou as mãos do presidente Bolsonaro”, disse Jefferson ao se referir à decisão do STF de dar poderes aos governadores para combater a pandemia com ações locais ao mesmo tempo que não deixou de responsabilizar o presidente da República na coordenação e controle de medidas para minimizar a pandemia.

Os manifestantes levaram para a avenida Paulista várias faixas com os seguintes dizeres: “prisão aos comunistas”, “voto impresso” e  “intervenção militar com Bolsonaro no poder”.

As manifestações em São Paulo e em várias cidades do País foram batizadas de “Eu Autorizo Presidente”, uma forma de dar suporte ao governo de Bolsonaro que enfrenta críticas pela condução na pandemia do novo coronavírus.

O nome dos atos foi uma resposta à declaração recente do presidente da República. Ele afirmou que aguardava “uma sinalização” dos brasileiros para tomar providências contra medidas de restrição de circulação decretadas por governadores e prefeitos.

 

Atos pró Bolsonaro pelo País foram batizados de: “Eu autorizo presidente”. Foto: Reprodução

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações