18 de maio de 2022

Médico morre aos 32 anos vítima do novo coronavírus  

Mais visitadas

Antes de ser internado na UTI, profissional escreveu mensagem dizendo que pegou a doença fazendo o que amava

Médico morre aos 32 anos e deixa esposa e dois filhos. Foto: Reprodução

 

O médico Lucas Pires Augusto, de 32 anos, morreu neste sábado (08/08) vítima de Covid-19. O profissional ficou conhecido por ter participado da  separação das gêmeas siamesas, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Augusto deixa esposa e dois filhos.

O médico, antes de ser internado, publicou uma mensagem nas redes sociais e afirmou que trabalhar na área de medicina e cuidar dos pacientes era o que amava fazer.

“Estou indo nesse momento para a UTI devido a um agravamento do quadro de Covid-19. Ficarei incomunicável, mas desde já agradeço aos amigos pelas orações. Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez. Sei que meu Deus é soberano sobre todas as coisas, seus caminhos e propósitos são sempre justos e perfeitos e que no fim, todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Rm 8:28. Amém”

O Conselho Regional de Medicina do Paraná divulgou uma nota pesar sobre  a morte do profissional. “Formado pela Universidade Federal do Paraná, era especialista em neurocirurgia e atuava na região de Ivaiporã. Deixa esposa, também médica, e dois filhos”.

Augusto é o segundo médico da equipe que participou da separação das gêmeas Maria Ysabelle e Maria Ysadora, que morreu por covid-19. A primeira vítima a ir ao óbito foi James Tait Goodrich, que morreu em março, em Nova Iorque, aos 73 anos. Esse profissional era referência mundial nesse tipo de procedimento e trouxe uma equipe de profissionais dos Estados Unidos para auxiliar na cirurgia que foi um sucesso.

Antes de ser internado na UTI, médico escreveu mensagem dizendo que pegou a doença fazendo o que amava. Foto: Reprodução

 

Doença

O médico Augusto foi testado positivo para o novo coronavírus e estava internado desde 25 de julho em um hospital de Maringá, no Paraná. O profissional era neurocirurgião e residia em Ivaiporã, desde maio deste ano, quando começou a prestar atendimento no Instituto de Saúde Bom Jesus.

Lucas Augusto era formado pela Universidade Federal do Paraná, em Curitiba,  e fez especialização na Faculdade de Medicina da USP, em Ribeirão Preto-SP.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações