Mauá não terá aulas presenciais na rede municipal neste ano

Cartão Merenda em Casa será estendido até dezembro de 2020

 

Mauá não terá aulas presenciais na rede municipal neste ano. Foto: Divulgação/PMA-Caio Arruda

 

A rede municipal de ensino de Mauá não retornará às aulas presenciais neste ano. O anúncio foi feito em uma Live realizada na noite desta quarta-feira (29/07) pelo prefeito Atila Jacomussi. A decisão foi tomada em desacordo ao Plano São Paulo, em que as aulas estaduais retornarão no dia 8 de setembro. No ABCD outras três cidades afirmaram que barrarão retorno: São Caetano, São Bernardo e Santo André.

De acordo com o prefeito, Mauá possui 45 escolas de educação infantil, sendo 42 municipais e três conveniadas, ou seja, os alunos possuem entre 0 a 5 anos. “Imagine bebês voltando às escolas diante desta pandemia, mesmo que tenhamos baixos índices de evolução da doença, eles são possíveis transmissores para pais, irmãos e avós. Precisamos preservar as vidas, que são o bem mais importante da nossa cidade”, destacou Atila.

O prefeito ainda afirmou que o formato de retomada do Governo do Estado contempla o rodízio de alunos, com dois ou três dias de aula na semana, o que não recupera o ano letivo de qualquer forma. “Queremos que o Governo do Estado crie protocolos diferentes para escolas públicas e particulares, assim, os pais e as escolas particulares podem decidir sobre a volta dos seus filhos ou continuar com as aulas remotas. Na rede pública continuaremos com as aulas à distância”, disse o prefeito.

Cartão Merenda em Casa

O Cartão Merenda em Casa também terá prazo estendido. O R$ 60  para cerca de 20.500 alunos será recarregado até dezembro de 2020, auxiliando os pais na compra de alimentos durante este período. A recarga de agosto será a partir de 3 de agosto.