4 de julho de 2022

Mais de 3 mil torcedores prestigiam final da Copa Diadema na Arena Inamar

Mais visitadas

Taça de campeão foi para o Real Boquira, que empatou na tarde deste domingo com o Grêmio Inamar, mas venceu nos pênaltis

partida de futebol na Arena Inamar
Taça de campeão foi para o Real Boquira, que empatou na tarde deste domingo com o Grêmio Inamar, mas venceu nos pênaltis . Foto: Divulgação/PDA-Dino Santos

A 31ª edição da Copa Diadema teve uma final em grande estilo na Arena Inamar, sendo decidida nos pênaltis diante de um público de mais de 3 mil pessoas. A taça de campeão foi para o Real Boquira, que a recebeu das mãos do prefeito José Filippi Jr. após a equipe empatar na tarde deste domingo (22/05) com o Grêmio Inamar no tempo normal e vencer nos pênaltis.

O jogo começou eletrizante. Logo aos 13 minutos da primeira etapa, Genivaldo abriu o placar para o Real Boquira com um forte chute na grande área. Melancia, artilheiro da competição, empatou de cabeça dois minutos depois para o Grêmio Inamar. Aos 20 minutos, o Grêmio Inamar virou com gol de Éverton. Depois de muita insistência, o Real Boquira alcançou o empate aos 30 minutos da segunda etapa, com Piauí.

Com o encaminhamento da partida aos pênaltis, Calvin, um dos destaques do jogo, marcou o gol decisivo, selando a vitória por 4 a 3 nas penalidades máximas.

Transmitida pelo canal TVT e pela internet, a partida alcançou mais de 5 mil visualizações nas redes oficiais da Prefeitura. A edição 2022 marcou a volta da Copa Diadema ao calendário esportivo da cidade e foi organizada pela Secretaria de Esporte e Lazer em parceria com a Liga de Futebol Amador de Diadema.

Para o prefeito José de Filippi Jr., o torneio permitiu celebrar o sucesso da política de enfrentamento à covid-19, o que possibilitou o retorno dos eventos presenciais como a Copa Diadema. “Estamos há três meses sem morte por conta da covid em Diadema”, afirmou.

O prefeito ressaltou que a final, ao atrair famílias ao estádio, dá um bom exemplo de integração e convivência e pode inspirar as crianças. “Estamos com 4 mil crianças nas escolinhas de futebol. Queremos ampliar esse número e garantir que as famílias, os papais e as mamães venham aqui e vejam o futebol como mais uma atividade de crescimento do seu filho, da sua filha.”

A secretária de Esportes e Lazer, Luciana Avelino, afirmou que o município não mediu esforços para fazer da Copa um evento de alto nível. “Foram 127 partidas totalmente gratuitas, e a gente acredita que através da Copa fomentamos e apoiamos o futebol de várzea, mantendo viva a tradição do futebol na nossa cidade.”

Deivid Couto, secretário de Cultura, parabenizou todos os clubes participantes, elogiou o clima e a organização da Copa Diadema e afirmou que, na cidade, cultura, esporte e lazer se integram. “É a volta do esporte organizado para a nossa cidade”, disse.

A cerimônia de premiação contou com a presença, além de Filippi, da vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Patty Ferreira, do presidente da Câmara Municipal, Josa Queiroz, e de outras autoridades municipais e representantes da Câmara diademense.

taça entregue aos jogadores do Real Boquira
Real Boquira recebeu a taça das mãos do prefeito José Filippi Jr. Foto: Divulgação

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações