Grupo contra poluição no entorno do Polo Petroquímico Capuava fará ato

Mais visitadas

Manifestação foi agendada para 25 de março, dia da Greve Global pelo Clima

grupo contra poluição no polo
A comissão é integrada pelo vereador Alessandro Guedes (PT/São Paulo), ativistas e moradores de Mauá e Santo André e de bairros da Zona Leste na divisa com o Polo Capuava. Foto: Divulgação

O vereador Alessandro Guedes (PT/São Paulo), vice-presidente da Comissão Extraordinária de Meio Ambiente e Direito dos Animais na Câmara Municipal da capital paulista, realizou nesta sexta-feira (25/02), uma reunião virtual com alguns integrantes do grupo que compõe a frente de atuação contra os impactos da poluição no entorno do Polo Petroquímico Capuava (Grande ABC). Um ato foi marcado para 25 de março, Dia da Greve Global pelo Clima.

A agenda teve por finalidade tirar encaminhamentos e propor um plano de atuação efetiva. “Atualizamos as informações e discutimos propostas, pois já houve uma segunda audiência pública em dezembro do ano passado na qual cobramos respostas de quais medidas teriam sido tomadas pelos representantes dos órgãos públicos e privados envolvidos com a causa ambiental do Polo” cita o parlamentar.

Tireoidite de Hashimoto

Uma comissão de trabalho foi criada a partir das audiências com o propósito de acompanhar, fiscalizar e propor soluções ao problema gerado pela emissão de gases químicos emitidos por algumas empresas do parque industrial. O vereador ingressou na causa após ter sido procurado por um grupo de moradores dos bairros Parque São Rafael e São Mateus, na Zona Leste, vizinhos ao Polo de Capuava, entre Mauá e Santo André. Na região, existe um alto índice de tireoidite crônica autoimune (Tireoidite de Hashimoto).

É o que apontam os estudos realizados pela mestra e doutora em endocrinologista e professora da Faculdade de Medicina do ABC Maria Ângela Zaccarelli Marino. A especialista pesquisa o tema há mais de 20 anos, inclusive sobre os males relacionados também à saúde dos animais domésticos da região.

“Definimos a realização de um ato em frente ao Polo Petroquímico Capuava no dia 25 de março, data da Greve Global pelo Clima, com integrantes do grupo de trabalho, ambientalistas e moradores. Também iremos lançar um manifesto pela saúde, emprego e desenvolvimento sustentável e contra a poluição no entorno do Polo e um abaixo-assinado virtual para mobilizar a sociedade”, explica Alessandro Guedes. O parlamentar destaca ainda a agenda que pretende fazer com os secretários de saúde municipal da capital paulista e do estado.

Participaram da reunião dessa sexta-feira os seguintes convidados:
Dra. Maria Ângela Zaccarelli, médica endocrinologista que estuda há mais de 20 anos a alta incidência de casos de tireoidite crônica autoimune em moradores da região; Dr. Fábio Feldmann, ex-deputado federal e ambientalista; Dr. José Luiz Saikali, promotor de Meio Ambiente de Santo André; Dr. Elio Lopes dos Santos, ex-perito do Ministério Público Estadual (MPE), Federal e do Ministério da Saúde; o vereador Ricardo Alvarez (PSOL/Santo André), além de representantes do Movimento Juventude pelo Clima e moradores de Mauá e Santo André e dos bairros Parque São Rafael e São Mateus, na divisa com o Polo de Capuava.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações