23 de outubro de 2021

Filippi propõe para progressão de carreira de GCM em Diadema

Mais visitadas

Secretários Dheison Renan (Gabinete), Benedito Domingos Mariano (Segurança Cidadã) e Comandante da GCM, Antônio Soares Fonseca entregaram projeto aos vereadores

secretários e vereadores de Diadema durante reunião
Secretários Dheison Renan (Gabinete), Benedito Domingos Mariano (Segurança Cidadã) e Comandante da GCM, Antônio Soares Fonseca entregaram projeto aos vereadores. Foto: Divulgação/PDA

Para a valorização profissional da Guarda Civil Municipal (GCM) de Diadema, que está há mais de 11 anos sem progressão de carreira, a Gestão do Prefeito Filippi protocolou nesta quinta (07/10), na Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar que visa sanar o problema, além de beneficiar e motivar todo o efetivo.

No evento, que contou com a presença expressiva de 17 vereadores, o documento foi entregue ao presidente do Legislativo, Josa Queiroz.

Na cerimônia, a Prefeitura foi representada oficialmente pelos secretários Dheison Renan (Gabinete), Benedito Domingos Mariano (Segurança Cidadã) e pelo Comandante da GCM, Antônio Soares Fonseca. Também estiveram presentes a secretária adjunta, Tamires Sampaio, e outros dirigentes da Guarda.

Um dos objetivos da proposta de lei é garantir a progressão automática de carreira para a base da GCM (3ª, 2ª e 1ª Classes). O segundo destaque do projeto é realizar concurso interno para os cargos de Comando da GCM (Classe Distinta, Supervisor e Inspetor). O terceiro ponto do Projeto de Lei é a criação da carreira estatutária de Guarda Civil Municipal, que até agora não era prevista.

Efetivo

Atualmente, a GCM de Diadema conta com 290 guardas civis. A previsão da Prefeitura é contratar mais 100 integrantes, no próximo ano.

“Toda a tropa da Guarda Civil Municipal sofre a falta de progressão vertical de carreira há mais de onze anos. Obviamente, que essa falta de perspectiva profissional prejudica o ânimo do efetivo”, explica o secretário de Segurança Cidadã de Diadema, Benedito Mariano. “Para o prefeito Filippi, que tem como meta de governo melhorar a segurança pública da cidade, a valorização funcional da GCM é parte importante e fundamental desse processo”, afirma o secretário municipal.

De acordo com o Projeto de Lei, as novas regras e critérios de progressão vertical devem entrar em vigor em 1º de março de 2022.

A despesa decorrente das adequações funcionais da GCM está em conformidade com a Lei Orçamentária Anual (LOA 2022) e será incluída no Plano Plurianual 2022/2025 e nas demais peças de planejamento orçamentário da Prefeitura.

Por fim, no texto de apresentação do Projeto de Lei, o prefeito Filippi solicitou urgência à Câmara Municipal que e, enfatizou, que as correções no plano de carreira da GCM obedecem aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações