Ex-jogador Diego Maradona morre aos 60 anos

Maior jogador da história do futebol argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre

 

Maradona foi campeão mundial na Copa de 1986, quando ficou eternizado pelos gols que marcou contra a seleção da Inglaterra. Foto: Reprodução

 

Diego Armando Maradona , maior jogador da história da Argentina, morreu nesta quarta-feira (25/11) aos 60 anos. O ex-jogador  sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua residência,  na cidade de Tigre.

Recentemente, o craque  sofreu uma  cirurgia no cérebro no início de novembro e recebeu alta oito dias depois. Ele drenou uma pequena hemorragia no cérebro.

O médico Leopoldo Luque disse na época  que a cirurgia era considerada simples, mas havia preocupação pela condição de saúde do ex-jogador.

Maradona foi campeão mundial na Copa de 1986, quando ficou eternizado pelos gols que marcou contra a seleção da Inglaterra, Maradona era reverenciado e tratado como deus na Argentina.

Na ocasião, ficou marcado por um gol de mão – que ele próprio apelidou de “Mano de Dios” (“mão de Deus”) – contra a Inglaterra e por outro, na mesma partida, que é considerado o mais bonito da história dos Mundiais, em que driblou quase todo o time inglês antes de balançar as redes.

Ele também brilhou vestindo, principalmente as camisas de Barcelona (Espanha), Napoli (Itália) – onde é venerado – e do Boca Juniors (Argentina), time do coração. Chegou a dirigir a seleção do país na Copa de 2010, sendo eliminado nas quartas de final pela Alemanha.

Fora de campo, no entanto, o ex-jogador acumulou problemas com drogas. Em 1991, Maradona foi suspenso por 15 meses por uso de cocaína. Três anos depois, na Copa do Mundo de 1994, o ídolo foi pego no doping por uso de efedrina, chegando inclusive a sair de campo, durante uma partida acompanhado por uma enfermeira. No início dos anos 2000, após ingerir um coquetel de remédios, o ex-atleta entrou em coma e esteve perto da morte.

O ex-jogador e atual senador Romário lamentou a morte do craque argentino em uma sequência de mensagens publicadas no Twitter. (Com Agência Brasil)

 

Morre Diego Maradona, aos 60 anos, após parada cardiorrespiratória. Foto: Reuters/Agência Brasil