Estado define modelo do Metrô no ABCD até junho e data do início da obra no fim do ano

 Informação foi dada pelo governador João Doria durante visita a Santo André neste sábado

 

Doria diz que até junho define modelo de Metrô no ABCD e prefeitos Paulo Serra e Auricchio dizem que projeto precisa sair do papel. Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

 

O governador João Doria (PSDB) disse neste sábado (13/04), durante visita a Santo André, que o modelo do Metrô no ABCD sairá até junho e que anunciará a data do início das obras da Linha 18-Bronze, que ligará a Região a São Paulo, até o fim do ano.
Até o fim do mês de junho terminamos os estudos básicos e antes do fim do ano sairá a do governo do Estado se será monotrilho ou uma linha de BRT, de alta velocidade e alta capacidade. O que nós não vamos fazer é o silêncio. O silêncio é a arma dos medíocres, dos covardes que não tomam decisões. O meu governo vai tomar uma decisão. Alguns podem gostar; outros, não”, disse Doria.


O governador afirmou que os estudos estão sendo feitos por técnicos das Secretarias dos Transportes Metropolitanos e de Governo. “Oportunamente, vamos anunciar a solução. Vai ter uma alternativa sim. E essa alternativa será definitivamente anunciada neste ano. Não passará deste ano o anúncio. O que não vai ficar é sem decisão, sem perspectiva de uma extensão de transporte coletivo de velocidade e de capacidade. Antes do final deste ano vamos anunciar a solução definitiva e a data do inicio das obras também”. disse o governador durante entrevista coletiva em Santo André depois de participar da entrega de mais de mil títulos de propriedade e fazer anúncios como o funcionamento 24 horas do 6º DP (Distrito Policial) e o início das obras ainda este ano do piscinão de Jaboticabal.

O prefeito Paulo Serra (PSDB), presidente do Consórcio Intermunicipal do ABC, disse que o importante é que o Metrô saia do papel. “Queremos um transporte de qualidade e com menos tempo de viagem. Não adianta ficar sonhando, é preciso que a gente consiga tirar o projeto do papel”, afirmou.

Para Paulo Serra, o governador Josão Doria teve coragem de voltar a discutir a Linha 18 do Metrô que vai ligar o ABCD à Capital paulista, pois desde 2014 existe um contrato assinado pelo Estado. Pelos termos assinados pelo então governador Geraldo Alckmin (PSDB), o Metrô deveria ter sido concluído em outubro de 2017.

O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), que também esteve em Santo André neste sábado, afirmou que respeita a decisão do Estado, mas acha importante a região ajudar na tomada de decisão. “Estou há dez anos nesta luta, tenho carinho e admiração pelo projeto monotrilho que se produziu nesta década. Queremos uma ligação efetiva e competente do ABCD até São Paulo, com um transporte de qualidade, com mais segurança e menos custos”, disse Auricchio.

Estações
Pelo projeto Executivo, a Linha 18-Bronze terá 13 estações, partindo do Centro de São Bernardo, passando por Santo André e São Caetano e desembocando na Estação Tamanduateí, da Linha 2-Verde do Metrô e da Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). A obra está orçada em R$ 4,26 bilhões e o Estado fará as desapropriações.

4 Comentários

  1. Os mumicipios de Maua, Ribeirao Pires,e outros nem se quer tem onibus. Maua esta totalmente abandonada o transporte público intermunicipal é uma verdadeira calamidade.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*