Estado confirma primeiro caso suspeito de coronavírus em Santo André

Paciente tem 27 anos e esteve em viagem à China entre os dias 4 e 25 de janeiro. No dia 29 de janeiro, passou pelo Pronto Atendimento do Hospital Albert Einstein

 

Diagnóstico laboratorial do coronavírus realizado pelo Laboratório de Vírus Respiratório do Instituto Oswaldo Cruz — Foto: José Damacena/IOC Fiocruz

 

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou na tarde desta sexta-feira (31/01) que o Estado de São Paulo registra sete casos suspeitos de coronavírus, que estão em monitoramento, entre eles um de Santo André. O paciente está internado em hospital particular, na Capital Paulista.

Segundo o governo estadual, os sete casos em monitoramento até agora em São Paulo, quatro são na capital paulista e três nas cidades de Paulínia, Americana e Santo André. Em todos os sete casos, os pacientes têm registros de visita à China.

A Secretaria disse que dois casos tidos como suspeitos até agora já foram descartados. Um deles é de um garoto de seis anos. Os exames detectaram a criança estava, na verdade, com o vírus Influenza (gripe).

“Os sete casos suspeitos estão bem, estáveis e recebendo cuidados em casa em isolamento domiciliar, ou seja, com restrição de contatos com pessoas e ambientes externos”, informou o boletim da Secretaria de Saúde.

De acordo com o Estado, os familiares dos pacientes também são monitorados estão orientados a usarem máscaras e a não compartilhar material de uso pessoal. O cuidado com essas pessoas inclui permanência em casa e permanente hidratação.

A Prefeitura se manifestou sobre o assunto por meio de nota oficial. Leia:

“A Secretaria de Saúde de Santo André foi informada oficialmente às 18h12 desta sexta-feira (31) pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual da Saúde sobre um caso suspeito de coronavírus.

O paciente tem 27 anos e esteve em viagem à China entre os dias 4 e 25 de janeiro. No dia 29 de janeiro, passou pelo Pronto Atendimento do Hospital Albert Einstein apresentando tosse, dor de garganta, dificuldade de respirar e coriza, sendo liberado no mesmo dia.

O mesmo informou ao hospital dois endereços. Na ficha de notificação sobre a suspeita de coronavírus foi informado um endereço comercial de Santo André. Na ficha de atendimento do hospital foi informado um endereço residencial da cidade de Mauá.

A Secretaria de Saúde de Santo André trabalha para localizar o paciente e tomar as medidas cabíveis, entre elas coleta de exames necessários para envio de material ao Instituto Adolfo Lutz, para confirmação ou descarte da suspeita de coronavírus.”

1 Comentário

  1. Esta nota está bem mal elaborada, como a onda, está procurando o paciente? Ele foi identificado no hospital, com dois endereços. Ora, e do ir nos dois, pronto. Localizado.

Comments are closed.