Escolas estaduais de Santo André estão sem merenda escolar

Secretaria da Educação diz que alimentação será normalizada nos próximos dias com contratação de nova empresa

 

Escolas estaduais estão sem merenda escolar em Santo André. Foto: Reprodução/Google Maps

 

Escolas estaduais no município de Santo André estão sem merenda escolar  o que tem gerando descontentamento dos pais de alunos. O Estado diz que a situação será normalizada nos próximos dias.

Entre as escolas que enfrentam o problema estão EE José Carlos Antunes., EE Dr Generoso Alves de Siqueira,  EE Profª Clotilde Peluso, EE Antonio Adib Chamas, EE Profª Ondina Rivieira Miranda Cintra, EE João Baptista, EE Clothilde M. Zanei, EE Nelson Pizzotti, EE Profº Celestino Bourroul, EE Professor Edevaldo Perassi, EE Inácia Teruko, EE Joaquim Carvalho Terra e E.E. Professor Waldomiro Guimarães.

Os pais reclamam que, com o aumento da jornada de estudos neste ano, os filhos ficam mais de 5 horas dentro da escola e, por isso, precisam da merenda.

A Diretoria Regional de Ensino de Santo André informou por meio de nota oficial que a empresa prestadora de serviço foi sancionada e não pôde dar continuidade no contrato.

De acordo com a Secretaria do Estado da Educação, uma nova contratação emergencial está em andamento e a situação se normalizará nos próximos dias. “É importante ressaltar que os alunos não estão sem alimentação, já que está sendo oferecida a merenda não manipulada. A administração regional está à disposição dos pais e responsáveis pelos alunos para quaisquer esclarecimentos”, informou nota do governo estadual.

Entre os alimentos servidores atualmente estão bolachas e leite.

 

 

5 Comentários

  1. Além de contratar, que seja servida uma merenda melhor, porque em algumas escolas os alunos só tem sardinha ou atum em lata de mistura, no mínimo 3 vezes por semana. Querem colocar escola de período integral, que seja de qualidade, pois ficar nove horas na escola só com bolacha e leite é desumano.

    • Olha o calendário e elaborado por nutricionista…as vezes que se serve sardinha e atum não são tantas assim não…fora que o peixe é um alimento muito nutritivo para às crianças que muitas vezes em casa não tem nem oque comer…fora saladas verduras…às pessoas criticam mais não conhecem como realmente funciona…

      • Se é servido sardinha e atum é porque nao tem outra coisa para fazer, cardápio nao significa nada. A época que a merenda era controlada pela prefeitura isso nao acontecia. Era uma merenda com saladas e frutas de qualidade. Agora é preciso quem faz se rebolar para fazer uma comida melhor para os alunos.

      • Sei de que estou falando porque trabalho em escola pública municipal e não é servido nenhum alimento enlatado. Nas Emwief os alunos permanecem por cinco horas e são servidas duas refeições , também elaboradas em cardápio feito por nutricionista, com frutas , saladas e ingredientes que não são enlatados. Então me desculpe mas eu sei como funciona sim a alimentação servida nas unidades escolares.

  2. Sei do que estou falando porque trabalho em escola pública municipal e não é servido nenhum alimento enlatado. Nas Emeiefs os alunos permanecem por cinco horas e são servidas duas refeições (café e almoço), também elaboradas nas escolas,baseadas em cardápios feito por nutricionista da Craisa, onde há o arroz, feijão, contamos também com frutas , saladas e ingredientes que não são enlatados. Então me desculpe mas eu sei como funciona sim a alimentação servida nas unidades escolares.

Comments are closed.