Em São Bernardo, trabalhadores na Mercedes aprovam proposta salarial

Mais visitadas

Funcionários aceitaram em assembleia reajuste 3,83% nos salários e aumento de 39% no vale-alimentação, sendo 18% já em junho e 21% em novembro

assembleia na Mercedes-Benz
Funcionários aceitaram em assembleia reajuste 3,83% nos salários e aumento de 39% no vale-alimentação, sendo 18% já em junho e 21% em novembro. Foto: Divulgação

Os trabalhadores na Mercedes-Benz, em São Bernardo, aprovaram durante assembleia na manhã desta quinta-feira (18/05), a proposta negociada entre o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e a montadora com reajuste salarial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) integral, de 3,83%; aumento de 39% no vale-alimentação (sendo 18% já em junho e 21% em novembro) e renovação das cláusulas sociais.

No último dia 8, os metalúrgicos já haviam negociado o valor da PLR (Participação dos Lucros e Resultados), com pagamento da 1ª parcela também para maio. O acordo é valido por um ano e a data-base dos trabalhadores na montadora é 1º de maio.

“Ficamos felizes pelo acordo e os trabalhadores votarem de forma unanime na proposta, mas queremos ressaltar que nossa luta continua pelo crescimento econômico no país e no setor automotivo para assim possibilitar a recomposição dos empregos perdidos nos últimos anos”, afirmou o presidente do Sindicato, Moisés Selerges.

“Com a melhoria econômica e o mercado mais aquecido conquistar valores além da reposição da inflação. O aumento real. E assim, recompor os salários tão importantes para os trabalhadores e o conjunto da economia”, prosseguiu.

A fábrica de São Bernardo conta com cerca de 8 mil trabalhadores em sua totalidade, deste 6 mil na produção.

Mais publicações

Últimas publicações