13 de abril de 2021

Em casa, jornalista que levou tiro na boca em pet shop faz 1ª caminhada

Mais visitados

Daniel Lima informou ao seu médico que andou por 30 minutos dentro de sua casa em São Bernardo

Daniel Lima informou ao seu médico que andou por 30 minutos dentro de sua casa em São Bernardo. Foto: Divulgação

 

O jornalista Daniel Lima, que em 1º de fevereiro foi vítima de tiro na boca dentro do pet shop Dr. Galera, em São Bernardo, fez sua primeira caminhada residencial, na manhã desta terça-feira (16/02). A conquista foi relatada em carta enviada ao médico.

Daniel Lima conta sobre sua vontade de viver e sua fé em Jesus que tem ajudado na recuperação. O jornalista recebeu um tiro na boa de Ageu Rosa Galera , marido da proprietária da clinica veterinária, que não gostou da reclamação de Daniel Lima quanto à demora na higienização das suas duas cachorrinhas..

Leia a íntegra da carta

“Caro doutor Valter. Acabei de fazer minha primeira caminhada diária residencial. Não será uma bala alojada no pescoço e tampouco uma banda da boca parcialmente comprometida que vão arrefecer minha paixão pela vida.  Caminhei 1.900 passos em 30 minutos. Da largada na parede que separa a cozinha do quintal até o limite da sala e o portão de entrada são 26 passos. Não foram passos trôpegos, embora também abaixo do ritmo de atletas. Acho que, estivesse  no Ibirapuera, passaria sem despertar atenção e poderia ser uma prova viva pública do quanto Nosso Senhor Jesus Cristo está presente. Este é meu dia 16”.

Entenda o caso

Essa foi a primeira vez que Daniel Lima levou as cachorrinhas nesta clínica para fazer a higienização das duas pets. A família costuma levar em outro Pet Shop.

O jornalista não gostou do atendimento e apenas reclamou da demora, sendo alvejado por um tiro no rosto. A clínica levou 3 horas para entregar as cachorras. Elas foram deixadas no local às 11h e o crime ocorreu às 14h30. Ele foi levado ao Hospital de São Berrando, onde ficou internado por uma semana na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), seguindo posteriormente para o quarto. A alta hospitalar ocorreu na última quarta-feira (10/02).

 

Versão da Clínica

Circula nas redes sociais um comunicado da Clínica Dr. Galera em que afirma ter prestado socorro ao Daniel (a dona da clínica o levou a vítima até o hospital). O Pet shop também lamenta o ocorrido e nega que Ageu. Um GCM (Guarda Civil Municipal) afastado seja dono da clínica.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações