14 de junho de 2021

Eleição da Mesa Diretora de Sto.André acontece nesta terça e segue indefinida

Mais visitadas

Pedrinho Bottaro e Edson Sardano são as opções do governo, enquanto outro bloco tenta emplacar Zezão Mendes

 

Vereadores de Santo André elegem nesta terça próximo presidente da Câmara. Foto: Gislayne Jacinto

Como aconteceu nas demais eleições para a Mesa Diretora da Câmara de Santo André, a disputa segue indefinida até os últimos instantes. A escolha ocorrerá nesta terça-feira (04/12) e o quadro ainda gera muitas discussões.

O líder do prefeito na Câmara, Pedrinho Bottaro (PSDB), é o preferido do governo, mas existe um plano B, que é indicar Edson Sardano (PTB), devido à resistência do PT, maior bancada da Casa, em votar em um candidato tucano. Apesar disso, Sardano nega e diz o candidato é Bottaro. “Eu vou voltar  para a Secretaria da Segurança”, afirmou.

Outros nomes são cotados para a disputa e articulados para concorrer contra o candidato do governo, entre eles está Zezão Mendes (PDT). Professor Minhoca (PSD) também tenta viabilizar seu nome, mas também sofre resistências do PT. A bancada petista ainda não se definiu, conforme declaração de Eduardo Leite. “As últimas eleições para a presidência se decidiram nos últimos instantes”, disse o vereador.

A eleição da Mesa movimentou os bastidores e nesta segunda-feira (03/12) Roberto Rautenberg (PRB), que estava licenciado há vários meses (desde agosto de 2017), cogitou voltar ao Legislativo para votar no próximo presidente.

Ocorre que seu suplente, o vereador Jorge Kina (PSB), além de demitir aliados de Rautenberg na Câmara, o deixando contrariado, ainda votaria no candidato da oposição. O vereador também se encontrou com o prefeito Paulo Serra (PSDB) recentemente para tratar da eleição para a presidência da Câmara.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações