13 de agosto de 2022

Doria diz que ‘não é hora de fazer festas de réveillon’ e que aguarda Comitê

Mais visitadas

Governador está em Nova York e informou que resposta do Comitê Científico deve ocorrer nesta quinta-feira

joão doria nos estados unidos
Doria diz que ‘não é hora de fazer festas de réveillon’ e que aguarda Comitê. Foto: Divulgação

O governador João Doria informou nesta quarta-feira (1º/12) que depois da confirmação de três casos de pacientes com a variante ômicron da Covid no Estado de São Paulo, é necessário ter cautela. “Não é hora de promover festa de réveillon”, afirmou o tucano está nos Estados Unidos. Ele foi nesta terça-feira (30/11) em viagem oficial a Nova York organizada pela InvestSP para encontro com investidores.

“Eu posso dizer, com absoluta segurança, que vamos no caminho da cautela, do zelo, pra proteger vidas. Não é hora, ao meu ver, de fazer festas de réveillon, embora seja uma decisão dos prefeitos, dos municípios, não me parece a hora adequada para promover festa de réveillon. Pelo menos no caso do estado de São Paulo essa é a nossa posição e acho que temos que ter muito cuidado também com relação ao Carnaval para que também igualmente prefeitas e prefeitos possam reavaliar”, disse.

Investimentos

O Governador João Doria abriu nesta quarta-feira (1) a missão estadual em Nova York para estreitar o intercâmbio comercial com a América do Norte e incentivar novos investimentos internacionais em São Paulo. Doria participou de seis reuniões ao longo do dia para incentivar parcerias internacionais nos principais segmentos econômicos do estado.

“Neste primeiro dia destaquei a empresários e investidores que o Brasil tem jeito e pode ter um belo futuro no seu desenvolvimento econômico e social. Pudemos apresentar nossas ideias para que o Brasil vença o populismo, a corrupção e a inflação. Nossas realizações em São Paulo são prova de que é sim possível fazer um governo responsável do ponto de vista fiscal. E que seja capaz de realizar reformas estruturais”, disse Doria.

A comitiva capitaneada por Doria é formada por Secretários de Estado e empresários paulistas, além do Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes. O Governador vai inaugurar um escritório comercial na América do Norte. A coordenação da missão e a operação do escritório estão a cargo da InvestSP, a Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade.

Doria foi recebido pela Embaixadora Maria Narazeth Farani Azevêdo, Cônsul Geral do Consulado do Brasil em Nova York, e o Ministro Fernando Sena, que é Cônsul-Adjunto. Na sequência, o Governador e o Prefeito de São Paulo se reuniram com o ex-Prefeito de Nova York Michael Bloomberg.

Desde 2019, o Governo de São Paulo e a Bloomberg Philanthropies mantêm parcerias por meio do projeto ACT – Promoção da Saúde, que fomenta cursos de políticas públicas voltadas ao enfrentamento de doenças crônicas não transmissíveis.

Durante a tarde, Doria almoçou com Alexandre Bettamio, Presidente do Bank Of America para a América Latina. O Governador também participou de um evento com John Waldron, CEO do grupo financeiro multinacional Goldman Sachs.

A agenda do Governador no primeiro dia da missão se encerrou com uma reunião com o Reitor da Cornell Tech, Greg Morrisset. O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, e o Cornell Tech – campus de tecnologia, negócios, direito e design da Universidade Cornell -, assinaram um protocolo de intenções para troca de boas práticas e futuras parcerias de fomento a hubs de inovação, sustentabilidade e educação tecnológica avançada no estado com ênfase no CITISP, distrito de inovação na região de maior concentração de institutos de pesquisa, tecnologia e engenharia de São Paulo.

Sobre a Missão NY

A Missão Nova York começou nesta quarta e vai até a próxima segunda (06/12). A comitiva estadual é formada pelo Governador João Doria, o Presidente da InvestSP, Gustavo Junqueira, os Secretários de Estado Julio Serson (Relações Internacionais), Henrique Meirelles (Fazenda e Planejamento) e Patricia Ellen (Desenvolvimento Econômico) e um grupo de 26 empresários com negócios em São Paulo.

Nova York passa a sediar o quarto escritório internacional da InvestSP – os demais ficam em Xangai (China), Dubai (Emirados Árabes Unidos) e Munique (Alemanha). O principal objetivo da iniciativa é fomentar o empreendedorismo paulista e expandir a internacionalização da economia estadual com o novo escritório na América do Norte.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações