Diadema antecipa segunda dose de vacinados com a AstraZeneca

Mais visitadas

Medida é válida a partir desta terça e beneficia todos aqueles que estão com a 2ª dose da AstraZeneca agendada para o período entre 21 de agosto a 10 de setembro

Diadema antecipa segunda dose de vacinados com a AstraZeneca. Foto: Divulgação/PDA

A Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), decidiu antecipar a segunda dose dos usuários que tem a D2 da vacina da AstraZeneca agendada entre os dias 21 de agosto e 10 de setembro.A medida já está em vigor a partir desta terça-feira (24/08).

“Tendo em vista nosso estoque exclusivo de segunda dose e a chegada de um novo lote nesta terça-feira, o município optou por reduzir o intervalo entre a D1 e D2 dos munícipes que tem agendado o retorno da AstraZeneca até o dia 10 de setembro, para não ficar com os imunizantes guardados. Já os pacientes que tem a vacina da AstraZeneca agendada para 11 de setembro em diante devem aguardar o aprazamento e respeitar a data agendada no cartão de vacinação para completar o esquema vacinal. No momento não está autorizada, a antecipação de doses dos imunizantes da Coronavac ou Pfizer”, explicou Franciele Finfa da Silva, coordenadora da Vigilância em Saúde de Diadema.

Para receber o imunizante, basta o munícipe comparecer de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h nos postos de vacinação (veja lista:http://www.diadema.sp.gov.br/secretaria-saude/26592-conheca-os-locais-de-vacinacao-para-covid-19), exceto o Quarteirão da Saúde que agora funciona diariamente até às 18h. Em qualquer unidade será necessário apresentar documento pessoal com foto, CPF e cartão de vacinação preenchido com a D1 feita em Diadema. Os profissionais da Educação precisam apresentar ainda holerite ou crachá, físico ou digital, que comprove o vínculo trabalhista com a Educação de Diadema (saiba mais aqui: http://www.diadema.sp.gov.br/covid/26960-profissionais-da-educacao-de-diadema-terao-2-dose-da-vacina-contra-a-covid-19-antecipada) .

Novo lote

A SMS recebeu nessa terça-feira, na Central de Imunobiológicos, um novo lote de vacina contra a covid-19. São mais 11.170 doses do imunizanteda AstraZeneca exclusivas para aplicação de segundas doses de pessoas de 30 a 39 anos com comorbidades e com deficiência que recebem o Benefício da Prestação Continuada (BPC).

Importância da segunda dose

Quem tomou a primeira dose dos imunizantes AstraZeneca (Oxford/FioCruz/Covishield), Coronavac (Instituto Butantan) ou Pfizer, precisa retornar na data agendada no comprovante de vacinação para receber a segunda dose, já que o esquema vacinal dessas vacinas ocorre em duas aplicações.

Mesmo que o munícipe tenha tido uma reação adversa pós-vacina, não pode deixar de completar seu esquema vacinal, pois somente com a segunda dose o usuário estará protegido.

O recomendado é que a D2 seja administrada na data correta. Quem já está com a segunda dose em atraso deve procurar, o quanto antes, sua unidade de referência. É necessário apresentar os documentos pessoais (documento com foto, CPF, comprovante de endereço ou carteirinha da UBS), além do cartão de vacinação que comprove a aplicação da D1 na cidade.

“O ideal é retornar ao mesmo local onde foi aplicada a D1, mas, na impossibilidade, é possível tomar em outra unidade do município, como no Quarteirão da Saúde, desde que apresente dos documentos obrigatórios citados acima”, explica Franciele.

Prevenção continua necessária

A SMS reforça que mesmo após a segunda dose, a pessoa vacinada pode ser infectada e transmitir a covid-19. Por essa razão, os especialistas recomendam que o distanciamento social e todos os demais protocolos sanitários vigentes (fazer uso de máscara, higienização constante das mãos e evitar aglomerações), sejam seguidos de forma rigorosa, para reduzir as chances de transmissão, adoecimento e de hospitalizações/óbitos pela doença.

A pandemia não acabou, e muitas vidas ainda estarão em risco enquanto não houver maior percentual de imunização contra a covid-19. Além disto, a circulação da variante delta na cidade de São Paulo e outros municípios/Estados brasileiros tem causado preocupação em cientistas, gestores, técnicos e profissionais da saúde.

Diante deste cenário e por entender que o momento ainda é de cautela, a Prefeitura de Diadema, por meio do Comitê Intersecretarial de Enfrentamento à Covid-19, prorrogou – por meio do Decreto Municipal 7.985 de 16 de agosto de 2021-, as medidas restritivas na cidade até 31 de agosto.Até o final deste mês, Diadema irá manter a capacidade de estabelecimentos limitada em 80% e o horário de funcionamento das 6h até 0h.O decreto municipal está publicado no Diário Regional, no link: https://www.diarioregional.com.br/edicao-do-dia/edicao_170821.pdf (edição de 17/08/2021, página 8).

 

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações