Criação formal do Polo Petroquímico será sugerida à Frente Parlamentar da Indústria

Mais visitadas

Informação foi dada pelo vice-presidente de Finanças, Suprimentos e Relações Institucionais da Braskem, Pedro Freitas, durante lançamento da frente na Alesp

A Frente Parlamentar em Apoio à Indústria Química e Farmacêutica do Estado de São Paulo foi lançada nesta segunda-feira (26/06) em cerimônia na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) e já conta com uma proposta.

O vice-presidente de Finanças, Suprimentos e Relações Institucionais da Braskem, Pedro Freitas, afirmou durante lançamento dessa frente que a empresa vai sugerir à frente a formalização do Polo Petroquímico por meio de legislação. Segundo ele, o Polo existe na prática, mas poderia ser formalizado por meio de lei.

“É importante que essa Frente Parlamentar tenha uma atuação muito forte para que a gente consiga que as demandas da indústria sejam trazidas ao poder público da maneira adequada e também que o poder público consiga estabelecer uma legislação que seja necessária. “Um grande avanço que poderia ser feito é a criação formal do Polo Petroquímico do ABC que, hoje, existe na prática, mas quando vamos ver a legislação em si, não é formalizado. Com isso, poderia haver uma atualização de planos diretores, uma mudança até da própria estrutura em torno do Polo, trazendo mais segurança para todos”, disse durante entrevista coletiva.

Braskem
Criação formal do Polo Petroquímico será sugerida à Frente Parlamentar da Indústria. Foto: Divulgação

O deputado estadual Luiz Fernando é o coordenador dessa  Frente na Alesp que também é composta por outros parlamentares do ABCD: Rômulo Fernandes, Ana Carolina Serra e Atila Jacomussi, além de Oseias de Madureira.

De acordo com o parlamentar, a Frente Parlamentar vai reunir as principais organizações e associações da área para debater as maiores demandas do setor, bem como as soluções e as políticas públicas necessárias.

“Estamos falando de um setor de extrema importância para o país, para o estado de São Paulo e para a região do ABC – onde fica o maior polo petroquímico do país, além de muitas indústrias químicas nas nossas cidades, gerando empregos e desenvolvimento econômico e social. O objetivo é que o Estado contribua, sobretudo, para a retomada do crescimento do Brasil.”

Frente Parlamentar da Indústria
Frente Parlamentar da Indústria é lançada na Alesp.

 

Mais publicações

Últimas publicações