Com 246 crianças na fila de espera, Ribeirão abre cadastro em creches

 Secretaria de Educação do município divulga calendário de inscrições até o fim do ano

creches
Prefeitura diz que diminuiu défict de 700 para 246 vagas. Foto: Divulgação/PRP

A Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia de Ribeirão Pires divulgou calendário de inscrição para a inclusão de crianças em creches da cidade. Atualmente, há 246 que aguardam na fila de espera. Em agoto, o cadastro começou nesta segunda feira (13/08) e vai até esta sexta-feira (17/08).

As inscrições devem ser feitas no Ceforpe – Centro de Formação dos Profissionais da Educação, localizado no Complexo Ayrton Senna (Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Centro), das 9h às 12h e das 13h às 16h.

De acordo com a Prefeitura, para realizar a inscrição, são necessários vários documentos, como certidão de nascimento; RG e CPF dos pais ou responsáveis; comprovante de endereço no nome do pai, mãe ou do responsável legal da criança – com validade de até três meses anteriores (água, luz, telefone fixo ou IPTU); declaração de trabalho e declaração de renda familiar.

A administração do prefeito Adler Kiko Teixeira (PSB) informou que as inscrições não garantem a vaga, mas são necessárias. O cadastramento acontece mensalmente.

Para os próximos meses o cronograma será da seguinte forma: setembro, de 10 a 14, outubro, de 15 a 19, novembro, de 5 a 9 ,e dezembro, de 10 a 14.

Vagas

A Prefeitura informou que há um ano Ribeirão Pires registrava déficit de 427 matrículas na rede pública, mas o número caiu para 154 em janeiro. A Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia disse que adotou critérios para cadastros com intuito de reduzir a fila de espera, como comprovação de residência na cidade; crianças em situação de vulnerabilidade social; menor renda per capita por família; e pais que trabalham fora do lar. A previsão é de 2,4 mil alunos nas unidades escolares em 2018.

A Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia de Ribeirão Pires afirmou que também implantou em agosto de 2017, o Departamento de Avaliação e Acompanhamento Social Educacional, com o intuito de atender a necessidades dos cadastrados em creches do município. “O Departamento adotou calendário de cadastro e alguns critérios de triagem: comprovação de residência na cidade; crianças em situação de risco social (vulnerabilidade); menor renda per capita do núcleo familiar; pais que trabalham fora do lar. A documentação é analisada e, se necessário, há visitas nas residências das famílias”, disse.

Em 2018, a previsão de atendimento de alunos de 0 a 3 anos e 11 meses (creches) é 2.417 crianças. Em 2017, havia 2.087 crianças desta faixa etária matriculadas na Rede Municipal. Neste ano o calendário escolar para creches está programado para 210 dias letivos.

Com o novo formato adotado, otimização dos espaços já existentes nas unidades escolares e criação de vagas em período parcial, seguindo a legislação, a Prefeitura conseguiu reduzir a fila de espera de 700 crianças, em outubro de 2017, para 246 crianças que aguardavam vagas, em junho de 2018.

A Prefeitura informou que há estudos para projetos de ampliação de novas vagas principalmente nos bairros com maior procura. A cidade conta com 18 unidades na rede municipal que atendem crianças de zero a três anos e onze meses.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*