23 de janeiro de 2022

Cidades do ABCD iniciam reforço contra Covid de vacinados com Janssen

Mais visitadas

Vacinação ocorre nas Unidades Básicas de Saúde por demanda livre, daqueles que tomaram a dose única com intervalo mínimo de 2 meses

mulher vacinada com janssen
Vacina Janssen chegou neste sábado (26/06) e será o quarto imunizante ofertado no município contra a Covid-19; agendamento para a nova faixa etária já está disponível no site da Prefeitura. Foto: Divulgação/PSBC

As Prefeituras do ABCD iniciaram nesta terça-feira (30/11) a aplicação da dose de reforço contra a Covid-19 das pessoas imunizadas com a Janssen. Com exceção de Santo André que precisa de agendamento, nas demais cidades a vacinação ocorre nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), por demanda livre, daqueles que tomaram a dose única com intervalo mínimo de 2 meses. O imunizante a ser aplicado é a Pfizer.

São Bernardo

De acordo com o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, a iniciativa atende aos Planos Nacional e Estadual de Imunização (PNI) e (PEI) e reforça a cobertura vacinal do município, neste momento em que novas variantes do coronavírus estão em circulação. “A pandemia ainda não acabou. Estamos assistindo aos países da Europa com índices baixos de cobertura vacinal viverem uma nova onda e não queremos isso para a nossa região”, declarou.

Conforme orientado pelo Ministério da Saúde, a dose de reforço daqueles que tomaram a dose única da Janssen poderá ser feita com a vacina de plataforma RNA. “Essa intercambialidade está permitida com a vacina da Pfizer para aqueles que já quiserem se imunizar até que a vacina da Janssen esteja disponível no nosso município”, explicou o secretário de Saúde de São Bernardo, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.

Até o momento, 21.042 pessoas receberam a vacina da Janssen na cidade, a dose foi aplicada, em sua maioria, nos moradores de rua. “As equipes da Saúde serão responsáveis pela busca ativa desta população, que tem característica migratória, em busca de alimento e abrigo”, reforçou Dr. Geraldo.

Demanda livre

Para receber a dose de reforço da Pfizer, moradores e trabalhadores de São Bernardo devem se dirigir a uma das 33 Unidades Básicas de Saúde com o comprovante de vacinação da dose única e documento de identificação. A aplicação das doses está sendo realizada em todas as 33 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), das 8h às 17h, sendo que em 20 delas o procedimento também pode ser agendado para ocorrer no período noturno (das 17h às 21h).

Santo André

A Prefeitura de Santo André disponibilizou nesta terça-feiraa dose adicional da vacina contra Covid-19 para pessoas que receberam vacina da Janssen há pelo menos 61 dias. O agendamento deve ser feito pelo site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, horário e local disponíveis. Todos os munícipes deverão, obrigatoriamente, apresentar documento de identidade e comprovante de vacinação.

“Santo André completou a cobertura vacinal para adultos e, agora, avança na aplicação da dose adicional. Um desempenho acima da média estadual e nacional, que vem protegendo a nossa gente. Avanços que fazem a nossa cidade superar a Covid-19”, pontuou o prefeito Paulo Serra.

Santo André segue avançando no combate à Covid-19 e liderando a vacinação no ABC. Com mais de 1,2 milhão de doses aplicadas, 100% da população adulta já está com o esquema vacinal completo. Além disso, 100% dos jovens de 12 a 17 anos também já estão imunizados com a primeira dose e 69% dos idosos com mais de 60 anos já receberam a dose reforço da vacina.

Para garantir comodidade, segurança e conforto, o município se mantém estruturado com dois pontos drive-thru e 14 unidades de saúde estrategicamente posicionadas para a vacinação do público-alvo.

Doação de alimentos – As pessoas agendadas para receber a imunização podem levar 1 kg de alimento não perecível para doar nos pontos de vacinação drive-thru da cidade. Essa ação contribuirá com a iniciativa do Fundo Social de Solidariedade, presidido voluntariamente pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra, que está recebendo doações.

Diadema

A Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), deu início já nesta segunda-feira (29/11), a aplicação da dose de reforço para quem recebeu a dose única do imunizante da Janssen. 

Segundo orientações técnicas recebidas do Programa Estadual de Imunização (PEI), pessoas com 18 anos ou mais com esquema vacinal completo com dose única de Janssen poderão receber dose adicional com intervalo de, pelo menos, dois meses (61 dias). Para imunossuprimidos com 18 anos ou mais, é necessário um intervalo de, pelo menos 28 dias.

De acordo com a 29ª atualização do Documento Técnico estadual, a dose adicional pode ser feita com imunizante homólogo (Janssen), com dose heteróloga com o imunizante da Pfizer ou utilizar o imunobiológico disponível no estoque. Vale ressaltar que Diadema ainda não recebeu, até o momento, nova grade de doses da Janssen. 

Confira aqui a nova versão do Documento Técnico da campanha municipal de vacinação da covid-19. 

Acesso universal da vacinação 

Outra novidade é que o Programa Municipal de Imunização flexibilizou ainda mais a vacinação contra a covid-19 no município. A partir de agora vai ser possível vacinar todos os usuários que tiverem critérios de elegibilidade pode tomar a primeira (D1), a segunda (D2) ou a terceira dose (D3), sem a necessidade de comprovação de residência no município e sem a cobrança que a D1 tenha sido feita na cidade. 

A medida se tornou viável devido à mudança feita pelo Governo Estadual em relação ao processo de distribuição das grades de vacina aos municípios e vai permitir desburocratizar a vacinação Covid-19 no município. 

“A partir de agora, o nosso acesso à Vacina Covid-19, em Diadema, se tornará universal. Isso quer dizer que não exigiremos mais comprovante de residência, nem que a D1 tenha sido feita aqui”, explica Ferla Cirino, coordenadora da Imunização.

Documentos para vacinação 

Para receber qualquer dose é preciso apresentar documento pessoal com foto (CNH ou RG) e CPF (tanto a versão física, digital e/ou a declaração impressa do site da Receita Federal). Em caso de segunda dose, é necessário apresentação do comprovante da D1. 

Além desses documentos, para se vacinar pela primeira vez contra a covid-19 é necessário fazer o pré-cadastro no site: http://www.vacinaja.sp.gov.br

Quem ainda não possui CPF – situação de alguns adolescentes – deve providenciar antes de ir a um posto de vacinação. Os dados de vacinação são incluídos no sistema com a utilização do número do CPF do vacinado. Assim, não é possível a aplicação da dose sem apresentação do documento. 

Para solicitar o CPF é preciso comparecer em uma das agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica ou dos Correios. Menores de 16 anos precisam estar acompanhados por um responsável. Menores de 18 anos também podem solicitar o CPF pelo link https://servicos.receita.fazenda.gov.br/servicos/cpf/inscricaopublica/inscricao.asp. Com o documento em mãos, é só ir a um dos postos de vacinação da cidade. Confira a lista dos endereços em: http://www.diadema.sp.gov.br/secretaria-saude/26592-conheca-os-locais-de-vacinacao-para-covid-19.

Prazo de intervalo entre as doses

Quem recebeu a primeira dose da Pfizer pode tomar a segunda dose após 21 dias enquanto a AstraZeneca tem prazo de oito semanas para a segunda dose. Já a Coronavac tem intervalo de 28 dias entre uma dose e outra. 

Dose de reforço 

Diadema segue aplicando a terceira dose (D3) para pessoas acima de 18 anos que receberam a segunda dose há pelo menos cinco meses, independente do imunizante (Coronavac, Astrazeneca e Pfizer). 

Já a dose de reforço para a Janssen, como informado acima, é destinada às pessoas com 18 anos ou mais e o intervalo entre a Dose Única e a dose adicional deve ser de pelo menos dois meses (61 dias). Para imunossuprimidos com 18 anos ou mais, pelo menos 28 dias de intervalo. 

Para ser imunizado, é preciso apresentar documento pessoal com foto, CPF e o cartão de vacinação inicial (cor verde). 

Mauá

janssen
Mauá aplica dose adicional nesta quarta-feira em quem tomou Janssen há dois meses. Foto: Divulgação/PDA

A vacinação contra a Covid em Mauá entra em nova etapa a partir desta quarta-feira (1º/12). Os munícipes com 18 anos ou mais que tomaram o imunizante da Janssen (dose única) há dois meses (61 dias), no mínimo, poderão receber a vacina da Pfizer como dose de
reforço. Agora também não será mais preciso apresentar o comprovante de residência na cidade para ganhar qualquer dose, desde que a pessoa seja do público-alvo da campanha.

Os imunossuprimidos acima de 18 anos (a lista está no link
http://t.ly/y7Gg) que receberam a Janssen podem tomar a dose adicional depois de 28 dias da aplicação. O prazo é o mesmo para os integrantes deste grupo que tomaram outros imunizantes.

A aplicação do reforço em Mauá teve início em 8 de setembro, tendo como grupo prioritário os idosos com 90 anos ou mais. Até esta terça-feira (30/12), o município aplicou 34.185 doses adicionais.

As pessoas acima de 18 anos que completaram o ciclo vacinal (primeira e segunda doses) há cinco meses, independentemente do imunizante, também estão aptas a ganhar a dose de reforço. A regra vale também para os profissionais de saúde.

Os munícipes com viagem próxima a países que não aceitam as duas doses de CoronaVac podem ganhar o reforço após 28 dias da
última aplicação. Nesse caso é preciso comprovar a viagem.

A vacinação ocorre de segunda a sexta-feira nas 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), das 8h às 16h – Magini, Flórida e Zaíra 2 funcionam até as 20h. É fundamental apresentar o comprovante de imunização e documento com foto (CNH ou RG).

É possível ajudar a combater a fome na cidade ao se imunizar. Doe qualquer alimento da cesta básica para a campanha ‘Mauá na luta contra a fome’ no dia em que for se vacinar. Não é obrigatório, mas ajudará muito a quem não tem o mínimo para colocar na mesa.

A Prefeitura reforça o pedido às pessoas seguirem com os cuidados sanitários. Use corretamente a máscara, mantenha a higiene das mãos frequentemente e o distanciamento físico. Evite aglomerações.

Ribeirão Pires

idoso vacina em ribeirão pires
Vacina a ser aplicada será a que estiver disponível na unidade de saúde. Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires autorizou a aplicação da dose adicional contra a Covid-19 para quem tomou a dose única da vacina da Janssen, conforme orientação do Governo do Estado de São Paulo. A imunização já está disponível nas Unidades de Saúde de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h e aos sábados apenas na UBS Central, no mesmo horário.

As pessoas com 18 anos ou mais deverão cumprir o intervalo de dois meses (61 dias) da primeira aplicação. Já os Imunossuprimidos podem tomar a dose adicional após 28 dias. A vacina a ser aplicada será a que estiver disponível na unidade de saúde. 3.330 pessoas tomaram a dose única da Janssen em Ribeirão Pires.

Para a imunização, será necessária a apresentação do documento com foto e número do CPF, além da carteirinha de vacinação. Confira o endereço das Unidades de saúde:

UBS Centro ( Rua virgílio Gola, 24)

UBS Centro Alto (R. Aurora, 61)

USF Jardim Caçula (R. Fagundes Varela, 08- Represa )

USF Jardim Valentina (R. Francisco Tometich,905)

USF Vila Sueli (R. Antônio Zampol,221)

USF Jardim Guanabara ( R. Firmino G. Pereira, 298 )

USF Santa Luzia (Rua Professor Antônio Nunes, 551)

USF Ouro Fino (Rod. Índio Tibiriçá, 2725)

USF IV Divisão (Estr. Da Sondália,520)

USF Jardim Luso (R. Júlio Prestes, 22)

Rio Grande da Serra

A Prefeitura de Rio Grande da Serra informa, por meio da Secretaria de Saúde, que, de acordo com o Informe Técnico, as doses serão disponibilizadas para maiores de 18 anos, que tomaram a 1ª dose em 2 meses (61 dias).

Os imunossuprimidos, com 18 anos ou mais, receberão a dose adicional após 28 dias da primeira dose. Estamos aguardando o envio da vacinas para o nosso município, se não recebermos a Janssen a vacinação será feita com a Pfizer.

A vacinação para estes grupos será de livre demanda em todas as UBS do município. Na cidade, 1.579 pessoas tomaram a vacina da Janssen.

São Caetano

A prefeitura de São Caetano também começou vacinar nesta quarta-feira (01/12) e a pessoa tem de fazer um agendamento pelo site da Prefeitura no link “dose adicional”.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações