Chuva forte castiga cidades do ABCD

Houve queda de árvores, casas foram destelhadas, ruas ficaram alagadas e a energia foi interrompida em alguns bairros; uma pessoa também ficou ferida

 

chuva forte
Santo André foi uma das cidades mais castigadas pela forte chuva. Foto: Reprodução/Redes Sociais

A chuva forte que caiu nesta sexta-feira (15/02) e sábado (16/02) causou estragos nas cidades. Houve queda de árvores, ruas ficaram alagadas e a energia foi interrompida em alguns bairros. Os principais problemas foram nos municípios de São Caetano, São Bernardo e Santo André.

De acordo com a Defesa Civil de São Caetano, a forte chuva desta sexta provocou queda de pelo menos 150 árvores. Houve rompimento de fiação, causando corte de energia em alguns bairros e semáforos apagados. A Eletropaulo (Enel) trabalhou na madrugada na manutenção.

Além disso, houve queda de teto na USCS (Universidade de São Caetano do Sul) no Campus Barcelona e problemas na EMEF 28 de Julho.

Segundo a Prefeitura de São Caetano, teve um registro de um ferido, em casa da rua Tenente Antonio João, devido a queda de parte do telhado, mas o morador dispensou atendimento médico.

Em São Caetano, Há outros registros de casas destelhadas ou atingidas por árvores. Ocorreu alagamento na região do cemitério vertical, na avenida Guido Aliberti, divisa com São Bernardo.

São Bernardo

A via Anchieta ficou bloqueada entre o km 10 e km 13, sentido Litoral, porque o Córrego Ribeirão dos Couros, em São Bernardo, transbordou. Também houve alagamento em frente na Rua Jurubatuba, e avenida Faria Lima e também em frente ao Paço. Segundo a Prefeitura, houve queda de uma árvore no Riacho Grande, mas já foi removida.

Santo André

Em Santo André, um raio atingiu a subestação de energia da Estação Utinga da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e pegou fogo. A circulação de trens ficou interrompida entre as paradas Tamanduateí, na Capital, e Prefeito Celso Daniel, no Centro de Santo André.  

Houve ainda alagamentos na avenida Dom Pedro I, avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, avenida Industrial, avenida Capuava, rua Itambé; avenida Antônio Cardoso, avenida Santos Dumont e avenida dos Estados. Ainda teve destelhamento de casas e queda de árvores e queda de fios de alta tensão na rua Bárbara Heliodora. D

Diadema

A Prefeitura de Diadema informou que alguns pontos ficaram alagados e intransitáveis. São eles: avenida São José, avenida Conceição, rua Miosotis e avenida Fábio Eduardo Ramos Esquível, principalmente nos cruzamentos com as avenidas Prestes Maia e avenida Piraporinha, além um ponto próximo ao terminal de ônibus.   

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*