Célio Boi participa de ato ao lado de Filippi e pode sofrer comissão de ética; Veja vídeo

Vereador de Diadema busca a reeleição em chapa encabeçada por Marcos Michels

 

 

 

O vereador de Diadema Célio Boi (PSB), que busca a reeleição na chapa encabelada por Marcos Michels (PSB), participou nesta quarta-feira à noite (11/11) de um ato ao lado do ex-prefeito e candidato a prefeito pelo PT, José de Filippi Júnior. O caso gerou muita polêmica e foi visto por alguns socialistas “como uma traição”. O que apontam infidelidade partidária devem levar o caso para a comissão de ética após as eleições.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra Célio Boi de braços cruzados junto com Filippi e sua vice, Patrícia Ferreira (PT).

Na gravação, a mulher de Boi, Sônia Almeida, anuncia o candidato do PT e sua vice. “Eu convidei (o Filippi) para vir aqui na associação, e a vice dele, Patty Ferreira, que também foi eu quem convidou”, afirmou.

A gravação de 13 segundos caiu como uma bomba dentro do PSB que convocou uma reunião extraordinária para a noite desta quinta-feira (12/11) para tratar o assunto. Boi apresentou seus argumentos, convenceu alguns, mas outros se mostraram indignados com a questão,  pois Boi não comunicou previamente que iria a essa reunião.

A informação que circula nos bastidores políticos é de que a reunião foi convocada para tratar de assuntos ligados ao Natal e que alguns presentes se surpreenderam com o ato, que ainda não foi divulgado o conteúdo e se houve pedidos de votos.

Célio Boi disse ao ABCD Jornal que foi à reunião convocada por sua mulher e não sabia que os candidatos do PT estariam lá. Ao ser indagado se pode ser punido pelo ato, Celio Boi não. “Não vejo mal algum nisso”, afirmou.

Marcos Michels foi procurado, mas preferiu não comentar o assunto.

Célio Boi participa de ato ao lado de Filippi e pode sofrer comissão de ética. Foto: Reprodução