Bandido ri após Gabriel ser atingido na cabeça, diz namorada à Polícia

Mais visitadas

Testemunha reconheceu nesta segunda-feira bandido que participou de latrocínio no último domingo

Bandido Edenilson
Bandido ri após Gabriel ser atingido na cabeça, diz namorada à Polícia.

O falecimento do jovem Gabriel das Neves Figueiredo na rua Wallace Simonsen, no bairro Nova Petrópolis, em São Bernardo, na madrugada deste domingo (03/12), após tentativa de roubo de carro chocou o País. Mas o que causou mais indignação foi o fato de um dos criminosos sorrir após o comparsa disparar contra a cabeça da vítima.

O fato foi descoberto após depoimento da namorada de Gabriel, A.O.S, de 19 anos, nesta segunda-feira (04/12). Muito abalada emocionalmente, ela reconheceu  Edenilson Ferreira Oliveira, de 23 anos, como um dos criminosos que participou do latrocínio. Ele foi preso nesta segunda junto com Danilo Roger Miralha De Almeida, 27 anos, que foi ferido na perna após confronto com a Polícia no bairro Montanhão, e vai passar por cirurgia.

 Depoimento da namorada

A namorada de Gabriel, A.O.S, disse em depoimento que na data de 03 de dezembro de 2023, estava com seu amigo Gabriel das Neves Figueiredo e outro amigo, em um barzinho no bairro Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, onde permaneceram até por volta de 4h. Ela disse que Gabriel a levou, bem como a seu outro amigo, em seu carro, um Jeep Renegade, cor prata, placas RND 2E84, e nele retornaram. O amigo foi deixado na casa dele e ambos seguiram.

De acordo com a namorada, ao ser abordado por criminosos Gabriel assustou-se e tentou deixar o local em manobra marcha ré, momento em que o autor que estava do lado da janela de Gabriel efetuou um disparo que atingiu sua cabeça. O indivíduo que estava ao lado da declarante não efetuou disparo mas, após este ocorrer, ambos correram para o interior do veículo Renault Logan e deixaram o local.

Em procedimento de reconhecimento fotográfico, não conseguiu reconhecer Danilo como sendo um dos autores do roubo.

Em procedimento de reconhecimento pessoal realizado neste Distrito Policial, reconheceu, com absoluta certeza, a pessoa de Edenilson como sendo o autor que lhe apontou a arma de fogo, do seu lado da janela, e

E sorriu antes de adentrar ao Renault Logan após o disparo efetuado por seu comparsa.

Ainda, em procedimento de reconhecimento de objeto, a namorada de Gabriel disse reconhecer, com absoluta certeza, o veículo Renault Logan que fora recuperado pelos policiais civis utilizado pelos autores na data em que Gabriel foi atingido pelo disparo que ceifou sua vida.

O que diz o criminosos

Ao ser interrogado pela Polícia, Edenilson disse que foi chamado por um indivíduo que conhece pelo nome de Caíque, para vendê-lo no bairro de Capuava, em Mauá, e que Caíque, vulgo “Caiquinho”, lhe pagaria a quantia de R$ 300 para fazê-lo. Disse que tinha conhecimento de que o veículo era roubado e que no momento em que levava o veículo na companhia de Caíque e Danilo foram abordados pela equipe policial, afirmando que ocupava a posição do passageiro traseiro e que tentou empreender fuga. Negou que estivesse portando qualquer arma de fogo ou simulacro. Negou a participação em roubos envolvendo o veículo Renault Logan de cor prata.

O preso Danilo disse que estava na companhia de Edenilson e de outro indivíduo cujo nome não soube dizer no veículo Renault Logan e que estavam no bairro dando uma volta. Negou ter participado dos fatos envolvendo o veículo Renault Logan e disse que não portava arma de fogo ou simulacro, não efetuando disparos.

Diante do contexto, o delegado de Polícia exarou voz de prisão em flagrante de a Edenilson Ferreira de Oliveira e Danilo Roger Miralha de Almeida, tendo Danilo permanecido sob escolta da Polícia Militar no Hospital de Urgência.

bandido danilo
Ladrão de carro foi detido após ser ferido nas pernas no bairro do Montanhão.

Indiciamento

Segundo a Polícia, Edenilson foi indiciado, no inquérito policial nº 2246695/2023, pelo crime de latrocínio previsto no artigo 157, parágrafo 3º, inciso II do Código Penal Brasileiro.

A arma de fogo e o simulacro encontrados no interior do veículo foram apreendidos e encaminhados ao IC (Instituto de Criminalística).

Comoção

O falecimento de Gabriel causou comoção entre amigos e familiares. “ Me sinto em paz que a justiça foi feita e a morte do nosso Gabriel não ficará impune… Ainda assim eles dentro da cadeia estão vivendo, comendo, sorrindo e desfrutando da vida… Já o nosso menino Gabriel não teve essa oportunidade…Eles ainda vão ter direito a visita de familiares e uma vida praticamente normal. E nós, infelizmente, temos que conviver com a dor de não termos mais o Gabriel aqui conosco alegrando nossas vidas. Porque era assim que ele era. Um menino do bem de um sorriso lindo e um coração de ouro”, postou uma amiga da família.

Gabriel
Luto: Gabriel faleceu no último domingo, vítima de latrocínio.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações