Áreas revitalizadas no Hospital de Clínicas de S.Bernardo serão entregues em agosto

Mais visitadas

Prefeito Orlando Morando vistoriou nesta sexta-feira  as obras para correção de problemas estruturais no 3º, 6º e 8º andares

Orlando Morando vistoria obra
Áreas revitalizadas no Hospital de Clínicas de S.Bernardo começam a ser entregues em agosto. Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Bernardo começa a entregar em agosto as obras de revitalização do 3º, 6º e 8º andares do Hospital de Clínicas (HC). Importante equipamento da rede de saúde, o HC passa neste momento por uma completa reforma dos pavimentos para correção de problemas de infraestrutura no piso e de infiltrações, o que vinha ocasionando incidentes com funcionários e reclamações.

De acordo com o prefeito Orlando Morando, que vistoriou a intervenção na noite desta sexta-feira (16/06), ao lado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, as entregas das alas e leitos do equipamento serão feitas parcialmente conforme a conclusão de cada etapa, sendo que a primeira delas está prevista para agosto. Para atingir essa meta, os turnos de trabalhos no local estão sendo intensificados.

“Quem entra neste hospital tem que ser atendido com respeito e com serviços de qualidade. O prazo inicial era de 180 dias, conforme previsão da equipe de engenharia. Reestruturamos as obras e colocamos mais gente para trabalhar e a partir de agosto passaremos a devolver os leitos hospitalares desses pavimentos do HC. Tomamos essa iniciativa para consertar de forma definitiva problemas antigos e que colocavam os pacientes em risco”, declarou Morando.

Com investimento de aproximadamente R$ 3,5 milhões, a obra renovará toda a estrutura dos andares afetados. Dentre as melhorias a serem implantadas estão a troca completa de todo o piso e contrapiso e instalação de nova manta vinílica e revestimentos.

“É um trabalho minucioso, que estamos executando com cautela, especialmente, para preservar a qualidade dos atendimentos dos pacientes que continuam a ser atendidos, assim como os que estão internados. Do jeito que estava, com goteiras e outros problemas, havia risco de infecções ou contaminações. O conserto era necessário e está sendo providenciado no menor prazo possível”, explicou Dr. Geraldo. Os funcionários que atuavam nos pavimentos impactados foram todos realocados para outros setores do próprio equipamento.

Mais publicações

Últimas publicações