Após tentar tirar a vida de ex-esposa, pastor é preso em Mauá

Mais visitadas

Religioso foi indiciado e encaminhado à Cadeia de Santo André; vítima segue internada na UTI

Pastor Fábio Guedes
Após tentar tirar a vida de ex-esposa, pastor é preso em Mauá. Foto: Reprodução/Facebook

O pastor de Mauá Fábio Guedes de Souza, de 36 anos, foi preso nesta quarta-feira (07/02) após dar 16 golpes de faca em sua ex-esposa Mônica Maria da Silva Guedes, nesta terça-feira (06/02).

A prisão foi confirmada nesta quinta-feira (08/07) pela SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. “Policiais civis cumpriram mandado de prisão e detiveram o homem, identificado como o autor de uma tentativa de feminicídio ocorrido em Mauá na última terça-feira (06)”, afirmou.

O religioso foi indiciado e encaminhado à Cadeia Pública de Santo André onde permaneceu à disposição da Justiça.

Entenda o caso

Mônica foi agredida com golpes de faca no interior da residência localizada na Rua Egnes Rimazza Gianone, no Jardim Zaíra.

De acordo com o Boletim de Ocorrência do qual o ABCD Jornal teve acesso, a vítima foi encaminhada por uma unidade do Samu até o Hospital Nardini, onde permanece internada em estado grave na UTI, após passar por procedimento cirúrgico.

Antes de ser socorrida, a vítima informou a seu irmão A.C.S (que chegou logo depois do crime) que o autor dos golpes de faca foi seu ex-marido Fábio Guedes, que apesar de ter uma medida protetiva que o impedia de aproximar-se dela, entrou na residência.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, toda a conduta criminosa ocorreu no quarto da vítima, onde tinham muitas manchas de sangue no chão, além do instrumento do crime, uma faca de cozinha, que estava sobre uma pia.

Um vizinho presenciou o autor da tentativa de feminicídio fugindo pelo portão da residência da vítima. Em depoimento, essa testemunha relatou que dormia quando, por volta das 5h da manhã, ouviu gritos da vítima provenientes da casa de sua inquilina.

Ao descer para ver o que estava acontecendo, presenciou o ex-companheiro de Mônica fugindo do imóvel, cuja porta estava aberta. Ao ingressar na casa, a testemunha percebeu que a vítima estava caída dentro do carro, apresentado diversas lesões. O vizinho acionou um ambulância do Samu e também uma viatura da PM, além de ter telefonado para o irmão da vítima, que chegou na cena do crime antes das viaturas e tentou socorrer a vítima em um lençol.

O caso foi registrado no 1º DP  como  tentativa de homicídio qualificado praticado contra a mulher e pelo descumprimento de medida protetiva. Também foi considerada pela Polícia a gravidade do crime por ele praticado que revelou extrema crueldade e violência.

Separação

Segundo a Polícia, o casal estava separado há cerca de três meses, sendo ainda apurado que ele já foi preso em flagrante por violência doméstica em face da mesma vítima em 16 de dezembro do ano passado.

O pastor estava afastado de suas funções e estava atuando na igreja na igreja como evangelista, segundo informações de pessoas ligadas à família.

 

 

Mais publicações

Últimas publicações