Após ficar internada por 12 dias em Santo André, Pandora recebe alta

Mais visitadas

Cachorra ficou desaparecida durante 45 dias e foi encontrada no Aeroporto de Guarulhos em um estado de saúde muito frágil

pandora
Após ficar internada por 12 dias em Santo André, Pandora recebe alta. Foto: Divulgação

Pandora recebeu alta depois de ficar internada por 12 dias no Hospital veterinário Dr. Hato, em Santo André. Após sumir por 45 dias, a cachorra foi encontrada com cerca de 8 Kg a menos e com um quadro de desidratação, o que fez com que ela fosse internada em (30/01), no mesmo dia em que foi achada. Reinaldo Junior, seu tutor, encontrou emprego na assessoria de um parlamentar de Guarulhos e deverá permanecer na cidade juntamente com a pet.

“Bora Pai @reinaldojuniorpandora, bora tia @antiliareis, obrigada a todos @dr.hato pelo carinho e cuidado por nós. Só gratidão, partiu nova vida, novo recomeço, graças a todos, vocês que não nos abandonaram”, postou Reinaldo Junior no Instagram.

Entenda o caso

Após 45 dias de desaparecida, Pandora foi encontrada na cidade de Guarulhos, e entregue ao dono, o garçom Reinaldo Junior, que fez muitos apelos durante o sumiço para que ajudassem a encontrá-la.

O animal foi localizado por funcionários do terminal 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos. Logo após o encontro, houve um contato com a mãe de Reinaldo Junior, Dona Terezinha, e a cachorrinha foi levada até seu dono.

Pandora desapareceu durante uma conexão de um voo da agência Gol no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em 15 de dezembro. Um vídeo obtido pelo Tutor de Pandora mostrou o animal correndo pela pista e terminal de cargas do Aeroporto de Guarulhos.

O animal era levado dentro de uma caixa de transporte em um voo Gol e sumiu no dia 15 de dezembro durante uma conexão entre Recife e Navegantes. A passagem de pandora custou R$ 850, mais a caixa de transporte obrigatória que custou R$ 650.

Defensores dos direitos dos animais chegaram a realizar um protesto no aeroporto quando completou um mês do sumiço de Pandora.

reinaldo e pandora
Reinaldo deixa o hospital com a filha de quatro patas. Foto: Divulgação

Justiça

 Justiça determinou que o Aeroporto Internacional de Guarulhos arque com os gastos que o tutor teve com o tratamento veterinário e internação da cachorra Pandora. O Judiciário estabeleceu multa diária de R$ 1 mil em caso de descumprimento.

Na decisão da 5ª Vara Cível do Foro Regional do Jabaquara, também estabeleceu que a empresa aérea Gol, que fazia o transporte do animal, banque as despesas de hospedagem, alimentação diária e transporte dos tutores da Pandora.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações