Após chuva, sobe para dez o número de mortos no ABCD

Perderam a vida depois da forte tempestade, quatro pessoas de Ribeirão Pires, três de São Caetano, duas em Santo André e uma de São Bernardo

 

Em São Caetano, três pessoas morreram afogadas após as fortes chuvas deste domingo. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Subiu para dez o número de mortos após as chuvas que caíram entre domingo (10/03) e esta segunda-feira (11/03). Também há um homem desaparecido em Santo André. Foram quatro mortos em Ribeirão Pires após desabamento, além de três por afogamento em São Caetano e um motociclista São Bernardo. Um homem foi encontrado dentro do piscinão no bairro Santa Terezinha, perto da Avenida Engenheiro Olavo Alaysio de Lima, e uma mulher morreu dentro da sua própria casa, no Jardim Bom Pastor.

Em Ribeirão Pires, onde houve o desabamento de uma casa, ficaram soterrados e mortos os irmãos Carlos Eduardo Fernandes, de 22 anos, e Rodrigo Fernandes, de 32 anos, Renata Revelle Fernandes Nunes, de 35 anos, e o primo Anderson José Pimenta, de 33 anos.

Ainda neste mesmo deslizamento Noemi Lopes Fernandes, de 52 anos , mãe e tia das vítimas, e Gabrielli Fernandes Cordeiro, de 9 anos, foram resgatadas com vida e levadas ao Hospital Nardini, em Mauá, para atendimento médico.

Pouco antes da tragédia, 12 pessoas comemoravam o aniversário de Carlos Eduardo, que havia saído de férias na última sexta-feira e morreu no deslizamento.

Em São Bernardo, um motociclista morreu ao tentar atravessar uma rua alagada no bairro do Taboão, em frente ao Shopping Cristal.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*