Apesar de reclamações, Sama diz que Mauá não sofre com falta de água

Moradores do Feital, Jardim Zaíra, Oratório e Sônia Maria dizem que ficam sem água com frequência, mas autarquia nega

 

falta de água
Moradores reclamam da falta de água em Mauá, mas Sama nega problema. Foto: Pedro França/Agência Senado

Moradores dos bairros do Jardim Zaíra, Feital, Sônia Maria e Oratório dizem que sofrem constantemente com a falta de água. Apesar disso, a Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá), autarquia que cuida do abastecimento na cidade, nega que as regiões sofram com a ausência constante de água nas torneiras a não ser em casos de eventualidade.

Moro no Jardim Zaíra 2 e todos os dias falta água e sempre tem uma desculpa esfarrapada da Sama. Você liga e ainda é mal atendido, há um descaso”, disse a moradora Adriana Camargo.

Um outro morador do Jardim Gabriel também se queixa. “Todas as noites têm faltado água aqui”, reclamou.

A mesma crítica partiu de um munícipe do Jardim Idel. “Mesmo sem problemas com a energia, o Jardim Idel está sempre sem aguá. Descaso da administração do município com este tema da água”, afirmou.

A Sama nega o problema. “Normalmente, os bairros citados não ficam sem água”, alegou. De acordo com a autarquia, faltou água neste domingo (4/11) e na manhã da última segunda-feira (5/11) devido à tempestade de vento e chuva forte que provocou a queda de energia na estação Capiburgo, o que afetou o abastecimento das Zonas Alta e Coroa, como é o caso de parte do Jardim Zaíra e Feital. “A situação foi resolvida juntamente das equipes da AES Eletropaulo e Sabesp, e o abastecimento foi retornando gradativamente. Agora, quanto aos bairros Sônia Maria e Oratório, não há registros de falta d’água constante”, argumentou a autarquia.

Questionada sobre o que tem feito para resolver os problemas, a Sama disse que as equipes da “estão em constante estado” de alerta para realizar manobras de emergência quando necessário. “Estamos também nos preparando para a campanha de verão, para alertar a população sobre a importância do racionamento e uso consciente da água”, informou.