Aluna de 18 anos de Santo André é morta a caminho da escola

Criminoso não gostou da forma como estudante entregou o celular e disparou um tiro contra o peito da jovem

aluna
Local onde jovem foi assassinada em Santo Andre. Foto: Reprodução

Uma aluna de 18 anos foi baleada e morta na noite desta quinta-feira (09/o), durante um assalto em Santo André. Paula de Freitas Silva e duas amigas foram abordadas quando se dirigiam para a escola Paulo Emílio, onde estudam. O Colégio fica, na rua dos Ciprestes, no Jardim Irene.
A jovem assassinada entregou o celular, mas um dos criminosos não gostou da maneira como ela entregou o aparelho e disparou um tiro no peito da estudante.
Paula foi levada para ao Hospital Estadual Mário Covas, mas não resistiu e morreu. As amigas não sofreram nada.
Os dois assaltantes fugiram. Câmeras de segurança de um imóvel em frente ao local do crime não registraram o assassinato, porque estavam desligadas. O caso foi registrado no 4º DP (Distrito Policial) de Santo André.

5 Comentários

  1. Já fui assaltada nesse ponto de onibus da mesma rua, a insegurança e demais conheço uma moça q foi assaltada no mesm ponto de onibus umas 3 vezes na útima foi arrastada por ladroes em moto! Depous esse vagabunho é pego e vai dized q o revolver disparou sozinho…ai vai pra rua…enquanto não mudar essa leis de merda que temos nada vai melhorar!

    • A culpa é dessa raça de delegados de polícia de santo André que não vale nada. Já respondi um processo criminal por reagir a um assalto e e quase matar o vagabundo ao passar o carro por cima.Gastei uma grana

  2. Já sofri uma tentativa de assalto e passei com o carro por cima do vagabundo,aí o delegado disse que ninguém saca arma para as pessoas na rua.O maldito delegado registrou como tentativa de homicídio e gastei uma grana para me livrar do processo.. Delegado dos internos…. É tudo bandido

Comments are closed.