27 de maio de 2022

Zona Leste de SP é mais uma opção para o morador do ABC

Mais visitadas

Construtora Porte oferece opções de cultura, entretenimento, moradia e pretende consolidar novo polo na Zona Leste; empreendimento será o prédio mais alto de São Paulo, com 46 andares

vista área da zona leste de são paulo
Zona Leste de SP é mais uma opção para o morador do ABC. Foto: Juliana Finardi

Que o morador da região do ABC adora frequentar os bares, restaurantes e a vida cultural de São Paulo/capital não é segredo para ninguém. A novidade é que agora a zona Leste pode se tornar destino não só de cultura e entretenimento, mas também de moradia e, por que não, investimento e opção de emprego.

É que a construtora Porte Engenharia e Urbanismo, há 35 anos no mercado (todos eles na zona Leste), está prestes a entregar, ainda neste semestre, os dois primeiros empreendimentos corporativos da região: o Platina 220, que será o edifício mais alto de São Paulo, com 46 andares e 172 metros de altura, e o Crona 665, que chega ao mercado no próximo mês.

Mais surpreendente entre todos, o Platina 220 não é só superlativo na altura e dimensões, mas também por abrigar espaços corporativos, comerciais, residenciais, hotel e lojas em um único empreendimento. Em um terreno de 6.418,52 metros quadrados, serão 57 mil metros quadrados de área construída (83,4% das obras já estão concluídas).

Não só estes empreendimentos como também os demais do chamado Eixo Platina, que configura seis plantas com 390 mil metros quadrados de área construída, preveem a geração de 20 mil novos empregos na região.

A ideia, exposta pelo incorporador Marco Antonio Melro, é evitar os êxodos econômico, familiar e profissional da zona Leste, onde está localizada 34% da população de São Paulo – 4,3 milhões de pessoas, das 12,5 milhões totais da capital.

“Descobrimos que havia 2,6 milhões de deslocamentos diários para trabalho ou estudos aqui na região, o que demanda muito tempo das pessoas, exatamente quatro horas por dia de deslocamento. Com esses dados em mãos, começamos a tentar entender o que poderíamos fazer”, diz Melro.

E o resultado são os empreendimentos apelidados por corretores como “Berrini da zona Leste”, o que o incorporador prefere comparar ao Conjunto Nacional e a avenida Paulista.
Além de espaços residenciais, hoteleiros, comerciais e corporativos, também existe o plano de um teatro, o que deve valorizar mais ainda o entorno e a região.

Fundada por Melro em 1986, a Porte começou sua história construindo sobrados. Nascido e criado no Tatuapé, o incorporador identificou que as pessoas da região buscavam apartamentos seguros, amplos e confortáveis, que iam buscar em outros bairros.
Por isso, e também por detectar a falta de espaços para empresas, voltou-se também ao segmento corporativo.

prédio mais alto de SP
Empreendimento será o prédio mais alto de São Paulo, com 46 andares. Foto: Juliana Finardi

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações