29 de julho de 2021

Zanetti e Marcos Goto receberam de São Caetano R$ 1 milhão em 4 anos

Mais visitadas

Informação é da secretária de Esportes da cidade, Renata Trevelin, após polêmica envolvendo redução de ajuda de custo para atleta e treinador  

 

Zanetti e Marcos Goto receberam de São Caetano R$ 1 milhão em 4 anos. Foto: Reprodução/Instagram

 

A secretária de Esportes de São Caetano, Renata Trevelin, disse nesta sexta-feira (26/02) que o medalhista olímpico Arthur Zanetti e seu técnico Marcos Goto receberam da cidade nos últimos quatro anos R$ 1 milhão. A declaração ocorre diante das críticas de ambos quanto à redução na ajuda de custo.

O repasse da verba dos cofres públicos aos dois foi feito por meio da SERC (Sociedade Esportiva Recreativa Cultural ) Santa Maria, clube que ganhou chamamento público feito pela Prefeitura.

Goto e Arthur Zanetti, que atualmente recebem R$ 15 mil e R$ 12 mil, respectivamente, se sentem desvalorizados pelo município que estabeleceu um teto de R$ 7 mil para todos aos atletas e treinadores.

“Não é verdade que não valorizamos os dois. Ocorre que estamos em plena pandemia e tivemos de fazer o contingenciamento de 6% no orçamento de todas as secretarias para que possamos comprar vacinas contra a Covid para a população”, disse Renata.

A secretária afirmou que espera que Goto e Zanetti tenham sensibilidade diante do momento crítico pelo qual vive o País. “Infelizmente, o que percebemos é que existe um viés político por trás dessa historia. Mas o esporte está acima de política”, avaliou.

Indagada sobre quem estaria por traz disso, a secretária preferiu não citar nomes, mas a reportagem apurou que há grupos políticos na cidade que acreditam que há influência de Marcel Camilo, empresário de Zanetti é presidente do PDT na cidade e nas últimas eleições apoiou Fabio Palacio (PSD) como candidato a prefeito na disputa contra José Auricchio Júnior (PSDB). Esse último saiu vitorioso nas urnas, mas depende de decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para saber se pode assumir pela quarta vez o comando do Palácio da Cerâmica.

“Essa ajuda de custo de R$ 1 milhão em quatro anos significa que ambos receberam nos últimos 48 meses uma média R$ 20 mil por mês. Além disso, a valorização não é só a questão financeira, mas também a estrutura que oferecemos. Vale ressaltar que estamos construindo um ginásio para a modalidade”, afirmou Renata ao se referir ao Centro de Excelência Esportiva de Ginástica Artística e Ginástica Rítmica de São Caetano que será entregue em 90 dias.

Para concluir, a secretária que comanda a Pasta de Esporte disse que Zanetti também recebe ajuda financeira da Marinha, da Confederação Brasileira de Ginástica, da Caixa Econômica Federal, além de patrocínio da Adidas. Goto também tem ajuda do Comitê Olímpico.

Polêmica

Ao Globo Esporte Zanetti declarou que ele o técnicos se sentem desamparados com a redução na ajuda de custo, principalmente porque  ocorre  5 meses antes dos Jogos de Tóquio que  começarão em 23 de julho.

“É um momento bem complicado. Faltando 5 meses para as Olimpíadas e a gente está meio desamparado, tendo situações bem complicadas com a Secretaria de Esportes de São Caetano. (…) Se a gente conseguir mais uma medalha nas Olimpíadas, agora, vou ser o primeiro atleta das argolas a conseguir três medalhas em Olimpíadas. Isso não tem na história, vou ser o primeiro da história da ginástica. (…) A gente fica bem chateado, bem triste, porque São Caetano sempre foi uma potência, não só na ginástica, mas, sim, uma potência no esporte. E, de uns tempos pra cá, a gestão veio cortando verbas, veio diminuindo esse investimento e fazendo com que o esporte caísse bastante. Está, vamos dizer assim, ridículo em questão de investimento, porque não tem como aceitar uma situação dessa”, disse Zanetti ao GE.

Empresário 

Marcel Camilo negou que a  haja envolvimento político na questão de Zanetti e Goto. “Sou empresário de Zanetti há quase 10 anos e nunca misturei política com questões profissionais. Não estou entendendo porque estão querendo dar uma conotação política a esse assunto”, afirmou.

O empresário disse que tem críticas à gestão da atual secretária de Esporte e que em um eventual diálogo com o governo teria de ser com o prefeito Tite Campanella. “Mas até agora não fomos procurados por ele. Se ele quiser conversar, a gente conversa”, afirmou.

De acordo com Marcel, Zanetti nunca se envolveu em política e passou por várias administrações sem qualquer tipo de problema porque seu foco é o esporte. Quanto ao R$ 1 milhão que o atleta e o técnico receberam, o empresário afirmou que foi por merecimento deles e ressaltou as diversas conquistas do medalhista olímpico. “Ele já teve propostas para treinar em outros lugares, mas nunca quis, porque tem carinho por São Caetano. Zanetti treina na cidade desde os sete anos”, concluiu.

 

 

Mais publicações

2 COMENTÁRIOS

  1. BOA TARDE COMO DISSE EM COMENTARIO A DIAS ATRAS SOBRE O ZANETTI E SEU TECNICO ACHO QUE NAO ESTAVA ERRADO E VALE RESSALTAR QUE DESDE QUE A PREFEITURA LIBEROU A QUADRA DO STA MARIA ELES TEM U.A ESCOLINHA DE FORMAÇÁO DE ATLETAS PARTICULAR ONDE NA EPOCA QUE FUI TENTAR MSTRICULSR MIMHA FILH a mensslidade era de 50.00 reias ao mes e nao tinha vsga segundo me foi falDo tinhan 350 alunos e teria qye esperar abrir uma vaga hoje nao sei quantos alunos tem mas nao e louco..esta epoca eu era diretor de esporte do sta maria onde fiqudi 40 anos…

  2. ENGRAÇADO A SECRETÁRIA EXPOR DESSA MANEIRA OS GANHOS DO ATLETA E TREINADOR, COMO SE TIVESSEM RECEBIDO DE FORMA INJUSTA… GOSTARIA QUE ELA EXPUSESSE OS GANHOS DELA SOZINHA QUE SE EU NÃO ME ENGANO ULTRAPASSAM MEIO MILHÃO NOS 4 ANOS!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações