Volks anuncia investimento de R$ 2,4 bilhões em S.Bernardo e vai gerar 1,5 mil empregos

Montante será investido, entre 2019 e 2020, para a fabricação de um novo modelo

 

Volks anuncia investimento de R$ 2,4 bilhões em S.Bernardo e vai gerar 1,5 mil empregos. Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (29), o Governador João Doria acompanhou, ao lado do presidente da Volkswagen para a América do Sul, Pablo Di Si, e do chefe global de operações da empresa, Ralf Brandstätter, o anúncio de um aporte de R$ 2,4 bilhões na fábrica de São Bernardo, entre 2019 e 2020. A montadora em São Carlos também será contemplada com recursos. O anúncio aconteceu na sede da empresa, em Wolfsburg, na Alemanha, e o montante será usado na fabricação de um novo modelo da marca. O prefeito Orlando Morando (PSDB) acompanha o governador.

“A Alemanha tem uma altíssima tecnologia na fabricação de automóveis, especialmente a Volkswagen. Aqui se faz o que há de mais moderno. Esse é um anúncio muito importante para a economia paulista”, explicou Doria.

A expectativa é que cerca de 1,5 mil empregos, diretos e indiretos, sejam gerados na região em função do investimento. Desses, 100 vagas apenas para engenheiros. O novo modelo está sendo totalmente desenvolvido no Brasil e depois será fabricado na Europa. O primeiro protótipo já está em execução na planta da rodovia Anchieta, em São Bernardo.

“Anúncio importante mostrando que a nossa cidade recupera a sua vocação na indústria automobilística, que foi abalada, em um passado triste. É o terceiro veículo que a Volkswagen confirma durante nossa gestão, somando em torno de R$ 5 bilhões em investimentos. Vamos seguir trabalhando forte e alinhando o poder público com a iniciativa privada para que mais resultados expressivos sejam conquistados”, disse o prefeito Orlando Morando.

Formação Profissional

Durante a visita, Doria também vai conhecer o sistema dual de formação profissional, o mais praticado no país. O sistema, com tradição de mais de 100 anos, permite conciliar prática e teoria para aprender uma profissão. A formação profissional é financiada pelas empresas que pagam ao aprendiz um salário mensal e pelo Estado que assume os custos da escola profissionalizante. O modelo se tornou um produto de exportação alemão.

“Esse é um dos bons segredos da Volkswagen e o programa de treinamento feito aqui é o mesmo que estamos desenvolvendo no Centro Paula Souza, nas Etecs e Fatecs. Por isso, nosso governo criou os 12 pólos de desenvolvimento econômico. Eles vão permitir a qualificação de mão de obra vocacionada para a atividade da região, seja no setor automobilístico, de tecelagem, agronegócio, tecnologia. Mão de obra qualificada é mão de obra empregada. É o que a Alemanha já faz e o que estamos fazendo em São Paulo”, explicou Doria.

Missão Alemanha

Doria fica na Alemanha de 28 a 30 de agosto. Durante a viagem participa também de encontros de trabalho para atração de mais recursos para o Estado. “São Paulo é um estado global e nossas viagens ao exterior têm rendido investimentos importantes, assegurando a geração de emprego e renda, meta principal do Governador”, afirmou Julio Serson, Secretário de Relações Internacionais do Governo de São Paulo, parte da comitiva de Doria à Alemanha.

Nesta sexta-feira (30/08), a delegação paulista se reúne com empresários do BDI (Federação das Indústrias Alemãs) em Berlim

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*