Vídeo: Carros oficiais e viaturas de Diadema param por falta de combustível

Mais visitadas

Falta de pagamento provocou problema e carros ficaram em estacionamentos da Prefeitura e bases da GCM; vereador de oposição fala em calote e vai até posto de gasolina comprovar inadimplência

Carros oficiais e viaturas da GCM (Guarda Civil Municipal) não puderam abastecer nesta e quinta (16/11) e sexta (17/11) porque a Prefeitura não pagou os postos de combustível. Diante da inadimplência, tais estabelecimentos se recusaram a fornecer gasolina.

A indignação dos funcionários foi grande, principalmente os que trabalham na área da segurança. Alguns GCMs, por exemplo, não conseguiam fazer patrulhamento porque não havia combustível em viaturas.

O vereador Eduardo Minas (Pros) foi até um posto que vendia combustível para a Prefeitura e checou junto aos funcionários que o estabelecimento não aceitaria mais fornecer o produto porque os pagamentos são parcelados e demorados.

“A Prefeitura virou caloteira. Vou levar essa questão para o Ministério Público apurar”, afirmou Eduardo Minas.

Há exatamente um ano, esse mesmo vereador fez um requerimento aprovado pela Câmara no qual também denunciava o racionamento de combustível por falta de pagamento. Na época, o fornecedor limitou em dez litros de gasolina por veículo: viaturas, ambulâncias e frota de carros oficiais, inclusive terceirizados.

“Infelizmente, o problema voltou a acontecer por conta de novo calote e até mesmo os serviços essenciais, como é o caso da segurança pública, são afetados com isso. ”, lamentou.

viaturas da GCM
Carros oficiais e viaturas de Diadema param por falta de combustível. Foto: Vereador Eduardo Minas

Outro lado

O ABCD Jornal solicitou à Prefeitura o valor da dívida, mas não foi informado. Em nota oficial, a administração do prefeito José de Filippi Júnior informou que o problema foi resolvido no fim da tarde desta sexta-feira.

“Em relação à sua solicitação sobre a não-circulação de veículos oficiais da Prefeitura, ocasionada pela falta de pagamento de combustível nos postos, a Prefeitura de Diadema afirma que houve instabilidade no sistema de abastecimento durante parte desta sexta-feira. O problema já foi resolvido às 16h de hoje”, finalizou.

 

 

 

Mais publicações

Últimas publicações