10 de agosto de 2022

Vereador aciona MP e TCE contra empréstimo de R$ 165 milhões em Mauá

Mais visitadas

Sargento Simões iniciou nesta sexta-feira coleta de assinaturas de moradores, além de fazer panfletagem e circular com carro de som pela cidade

coleta de assinaturas em tenda
Sargento Simões iniciou nesta sexta-feira coleta de assinaturas de moradores contra empréstimos de R$ 165 milhões. Foto: Divulgação

Após a Câmara aprovarem primeira discussão na última terça-feira (21/06) projetos do prefeito Marcelo Oliveira (PT) que autoriza a Prefeitura a contrair empréstimo de R$ 165 milhões, o vereador oposicionista  Sargento Simões (Avante) acionou o MP (Ministério Público), TCE (Tribunal de Contas do estado) e também fez panfletagem na cidade nesta sexta-feira (24/06) e coletou assinaturas de moradores contra a medida.

“Esse valor é o suficiente para ser investido na Saúde, Educação, Segurança Pública, Meio Ambiente, dentre outros setores da cidade que estão carentes de investimentos”, disse vereador.

“Estão querendo descer goela abaixo um empréstimo de R$ 165 milhões para que o cidadão fique pagando, ao longo dos anos – um montante exorbitante, que não se sabe nem qual é o valor exato dos juros. Imagino que sejam juros altíssimos, se fosse vantajoso, teriam citado sobre isso”, completou  Simões.

Os projetos, enviados à Câmara em regime de urgência, foram votados em primeira discussão na última terça-feira e tiveram a aprovação de 22 dos 23 vereadores da cidade. Somente Simões votou contra. Marcelo Oliveira quer autorização para fazer empréstimo de R$ 40 milhões junto à Caixa Econômica Federal, R$ 40 milhões com o Finisa (Financiamento à Infraeatrutura e ao Saneamento), além de R$ 35 milhões com o Banco do Brasil e R$ 50 milhões com o Desenvolve SP, agência de fomento do Estado de São Paulo.

Na justificativa do projeto, o Executivo informou que a verba será para obras em prédios públicos,  recapeamento, compra de móveis, aquisição de equipamentos, serviços de manutenção da cidade.

A Prefeitura foi procurada pelo ABCD Jornal na terça-feira, mas não houve  retorno. Caso a administração se manifeste, a reportagem será atualizada.

 

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações