Vereador aciona MP sobre possíveis irregularidades no CCZ de S.Caetano

Telhado quebrado e falta de manutenção no espaço que abriga os animais está entre os apontamentos feitos ao Ministério Público

Telhado quebrado faz um ano que aguarda por manutenção, de acordo com vereador. Foto: Divulgação

O vereador de São Caetano Ubiratan Figueiredo da ONG (PR) acionou o Ministério Público de Meio Ambiente para investigar possíveis irregularidades no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). Na representação, o parlamentar denuncia deterioração do espaço público destinado para abrigar e zelar os animais.

De acordo com o vereador, antes de tomar essa decisão cobrou, sem sucesso, providências da Prefeitura, administrada por José Auricchio Júnior (PSDB). Foram enviadas ao Executivo indicações nas quais pedia soluções e reforma do respectivo espaço .

O documento apresentado na promotoria cita a Constituição Federal, que em seu artigo 225, inciso VII, que coloca como dever do Poder Público o zelo pela proteção do meio ambiente e dos animais.

Em recente reportagem publicada pelo ABCD Jornal, o vereador cobrou da Prefeitura a reconstrução do muro caído há mais de um ano na parte de traz do CCZ, a reconstrução do telhado quebrado pela queda de uma árvore da Escola de Ecologia, a manutenção e troca das grades das baias onde se encontra os animais, nova pintura e novo paisagismo do local. “O local abandonado, sujo, ficando os animais isolados do sol, a mercê de chuva, frio e descaso”, disse na época.

Ubiratan ainda pediu plantões médicos e presença de funcionários para a limpeza do CCZ nos fins de semana e feriados. “O CCZ fecha às sextas-feiras e volta a funcionar somente às segundas. Sábados, domingos e feriados os animais também necessitam de vigilância, assistência, limpeza, carinho e atenção”, disse.

A Prefeitura foi procurada, mas até o fechamento da reportagem não havia dado retorno para se posicionar.