5 de agosto de 2021

TRE confirma que Vaguinho e Cida Ferreira estão inelegíveis até 2024

Mais visitadas

 Ex-vereadores disputaram as eleições de 2016 como candidatos a prefeito e vice, receptivamente

 

vaguinho e cida
Vaguinho e Cida ficaram inelegíveis até 2024 por abuso de poder econômico. Foto: Divulgação/ Facebook

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) confirmou decisão de primeira instância e os ex-vereadores de Diadema Vaguinho do Conselho (PRB) e Cida Ferreira (MDB) estão inelegíveis até 2024. A acusação é de que os dois praticaram abuso do poder econômico ao disputarem as últimas eleições municipais como prefeito e vice, respectivamente.

A denúncia de abuso foi feita pelo prefeito Lauro Michels (PV) então adversário de ambos no segundo turno das eleições que garantiu a reeleição ao verde. Pelo processo, pastores da Igreja Universal do Reino de Deus pediram votos aos fiéis, o que foi considerado crime pela Justiça Eleitoral, além de apontar um desequilíbrio na disputa de 2016. Até um pastor da igreja (Jorge Correa Vieira) ficou inelegível de acordo com as sentenças.

Em outra celebração, um pastor comparou Lauro a “satanás” e pediu votos a Vaguinho porque ele, se eleito prefeito, iria “ajudar a igreja em Diadema”.

A Igreja Universal declarou que cumpre as leis vigente no País e orienta seus bispos e pastores a fazerem o mesmo.

Vaguinho disse que entrou com recurso no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). “Estou trnaquilo com relação a isso”, afirmou.  

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações