4 de julho de 2022

Trabalhadores da construção civil SP e conquistam reajuste de 12,47%

Mais visitadas

Vale-alimentação será de R$ 391,40 por mês, enquanto o do vale-refeição foi estipulado em R$ 27,56 por dia

trabalhadores em obra 0 construção civil
Trabalhadores da construção civil SP e conquistam reajuste de 12,47%. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo (SintraconSP) informou que a a categoria terá um reajuste salarial de 12,47%.
Ramalho da Construção, presidente do SintraconSP, disse que “a batalha foi dura”, porque foram meses de negociação para manter todos os direitos e  conseguir melhorias.  “Com muito trabalho e dedicação, conseguimos uma das melhores negociações dos últimos anos”, afirmou o sindicalista.
Leia abaixo as principais conquistas:
  • Reajuste de 12,47% para todos os trabalhadores da categoria que recebem até R$ 6.748,20;
  • Para trabalhadores que recebem acima deste valor, foi garantido um reajuste mínimo, que também está sujeito a negociação com o Sindicato.
  • Recomendação da Padaria na Obra, agora prevista na convenção coletiva. Já são mais de 200 obras com o projeto.
  • Correção no Seguro de Vida que é obrigatório para todos trabalhadores (R$ 61.991,62);
  • Aumento no valor do vale-alimentação para R$ 391,40 por mês, e no do vale-refeição para R$ 27,56 por dia;
  • Permanência do café da manhã com dois pães com margarina e queijo; um café com leite (pingado); e frutas da época (o recheio dos pães deve ser equivalente aos das padarias);
  • Manutenção do lanche da tarde com um pão com margarina e queijo; e um café com leite (pingado), também equivalente a qualidade das padarias;
  • Assistência do Seconci-SP para todos trabalhadores;
  • Todas as cláusulas em benefício ao trabalhador, das convenções coletivas anteriores, foram mantidas.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações