Sto.André solicita esclarecimento sobre cobrança abusiva em tarifas de energia

Direção do órgão de defesa do consumidor solicitou nesta quarta-feira reunião com a Ouvidoria da Enel

 

Direção do órgão de defesa do consumidor solicitou nesta quarta-feira reunião com a Ouvidoria da Enel. Foto: Divulgação/PSA-Angelo Baima

 

Em virtude do número de reclamações e questionamentos no Procon Santo André sobre os valores das contas de energia cobrados acima da média, o órgão municipal e a Prefeitura protocolaram nesta quarta-feira (24/06) pedido de reunião com a Ouvidoria da Enel. A iniciativa tem como objetivo tratar das cobranças abusivas praticadas nas tarifas de energia neste período de pandemia.

“O Procon Santo André recebeu inúmeras denúncias e não seremos coniventes com os valores praticados que, em alguns casos, ultrapassam em cinco vezes a média de consumo mensal. Por isso, exigimos que a Enel esclareça os métodos de cobrança e revise imediatamente as contas com valores superfaturados, sem interrupção do fornecimento de energia até o fim desta apuração. Neste momento de pandemia, com tantos impactos econômicos, nossa gente não pode arcar com um dano financeiro abusivo e injusto”, enfatiza o prefeito Paulo Serra.

O documento protocolado reforça necessidade de esclarecimentos de forma transparente sobre a cobrança e a leitura realizada, revisão das contas imediatamente, e solicita que não ocorra interrupção no fornecimento de energia.

“O Procon Santo André entende que o consumidor não pode ser penalizado e punido em decorrência da pandemia, já que o mesmo já vem sofrendo com diminuição de renda. Sofrer com cobranças abusivas por parte da Enel é inadmissível. Assim, estamos tomando todas as providencias necessárias e cabíveis para corrigir cobranças injustificadas”, destaca a diretora do Procon Santo André, Doroti Gomes Cavalini.

Munícipes que queiram fazer reclamações devem acessar o Portal de Serviços da Prefeitura de Santo André, disponível no endereço www.santoandre.sp.gov.br/agendamento. No campo de pesquisa, basta digitar “Procon” e posteriormente registrar a queixa. É necessário anexar documentos pessoais, as três últimas contas e fazer um breve relato da reclamação. No portal, o cidadão pode agendar atendimento presencial no Procon, que está funcionando de segunda a sexta, das 10h às 16h.

Para mais informações, o telefone do órgão municipal é o 3356-9200, que também está atendendo de segunda a sexta, das 10h às 16h.