14 de junho de 2021

Sto.André rejeita requerimentos sobre denúncia de fura fila da vacina

Mais visitadas

Oposicionista Ricardo Alvarez diz que o Legislativo nunca cerceou seu direito de investigar; parlamentar relata denúncia de nepotismo e ameaça ir à Justiça

Vereador Ricardo Alvarez diz que o Legislativo nunca cerceou seu direito de fiscalizar. Foto: Divulgação

A Câmara de Santo André rejeitou nesta quinta-feira (02/06) oito requerimentos de informação do oposicionista Ricardo Alvarez (Psol). Entre as proposituras, estava uma que pergunta à Prefeitura sobre denúncia de suposto fura fila da vacinação contra Covid-19 de 25 servidores que prestam serviços administrativos na Saúde de Santo André.

“Estão cerceando o meu direito de fiscalizar. Em três mandatos de vereador nunca vi isso acontecer na Câmara. Quem não deve não teme. O que os vereadores governistas querem esconder?”, afirmou o vereador.

Alvarez afirmou que, além de reapresentar os oito requerimentos na próxima terça-feira (08/06), ainda estuda ir à Justiça para garantir o direito ao acesso à informação.

Um dos requerimentos que levantou mais polêmica nos bastidores é o que pergunta ao Executivo se entre os vacinados estão pessoas com vínculo familiar com integrantes do alto escalão do governo.

“Existe, entre os funcionários da FUABC (Fundação do ABC) e da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC) que foram indicados pelo Executivo Municipal de Santo André, algum(a) que tenha algum vínculo de parentesco até 3º grau com algum(a) servido(a) que ocupe cargo comissionado na Prefeitura de Santo André?”, indagou o vereador no requerimento que será reapresentado na próxima sessão.

Ocorre que na lista dos vacinados está Camilla Adelaide Melito, que pela denúncia que chegou à Câmara seria irmã de Felipe Melito, assessor do gabinete do prefeito Paulo Serra. Felipe é do núcleo forte do governo, uma espécie de coringa dentro da administração do tucano. Ele já teve cargo na Craisa (Centro Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), esteve na Secretaria de Esporte e agora está lotado Gabinete do Prefeito. Melito também foi assessor de Paulo Serra quando ele foi vereador na cidade.

O ABCD Jornal perguntou ao governo se Camila Melito é irmã de Felipe Melito e a Prefeitura não respondeu. Camila foi vacinada em 28 de janeiro deste ano. Ela consta como auxiliar administrativa no Hospital de Campanha. No dia em que foi imunizada ela postou uma foto em sua página no Facebook.

Camila Melito publicou foto em sua página no Facebook no dia em que foi imunizada em 28 de janeiro. Foto: Reprodução/Facebook

A administração informou que Camila não trabalha pela Prefeitura e sim pela Fundação ABC.  “Camilla Adelaide Melito não é servidora da Prefeitura de Santo André. Ela é funcionária da Fundação do ABC e desempenha papel no hospital de campanha, portanto, trabalhando na linha de frente de combate à pandemia”, informou o governo.

 Requerimentos

A reportagem ainda perguntou ao Paço se o governo interferiu na decisão da bancada de sustentação (foram 15 votos a 3) para rejeitar os requerimentos de Ricardo Alvarez.   “Em relação à rejeição do requerimento, o posicionamento deve ser dado pela Câmara Municipal, a quem compete os trabalhos legislativos”, disse a nota.

Os vereadores se calaram diante do assunto. O ABCD Jornal procurou o presidente da Câmara, Pedrinho Botaro (PSDB), e o líder do governo, professor Minhoca (PSDB), mas ambos se mantiveram em silêncio até o fechamento da reportagem.

Além de Ricardo Alvarez, votaram a favor do requerimento os vereador Waner Lima e Pedro Awada.

Votação dos vereadores quanto aos requerimentos de Ricardo Alvarez. Foto: Reprodução

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações