4 de agosto de 2021

Sto.André recebe verba para ampliação do Centro de Formação Esportiva

Mais visitadas

Esporte andreense ganhará 120 vagas divididas entre vôlei e handebol

Santo André recebe verba para ampliação do Centro de Formação Esportiva. Foto: Divulgação/PSA-Angelo Baima

O Centro de Formação Esportiva, fruto de convênio entre a Prefeitura de Santo André e a Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo assinado em 2017, será ampliado. Atualmente com quatro modalidades disponíveis – basquete, tênis de mesa, karatê e natação –, a iniciativa também irá formar atletas em vôlei e handebol. A ampliação será realizada por meio de emenda parlamentar de R$ 250 mil do deputado estadual Douglas Garcia, que visitou a Secretaria de Esporte e Prática Esportiva nesta terça-feira (20).

A Prefeitura, por sua vez, contribuirá com R$ 10 mil de contrapartida. O Centro de Formação Esportiva é um programa com o propósito de fomentar e desenvolver o esporte ao alcance de toda a população. O handebol atenderá cerca de 70 jogadores com idade entre 10 a 17 anos, enquanto o vôlei beneficiará cerca de 50 jogadores com idade entre 12 a 17 anos.

A princípio, os ginásios do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia e o Ginásio Noêmia Assumpção, serão destacados para receber os novos esportes, mas há outros lugares em estudo. As atividades serão realizadas dentro da retomada consciente da prática da atividade esportiva, como meio de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, observando todas as normas do Plano São Paulo e os protocolos sanitários aprovados pelo Centro de Contingência à Covid-19, bem como as regras específicas do município.

“Este segundo convênio mostra que estamos no caminho certo no esporte. Estamos colhendo frutos desde o primeiro acordo nas diferentes modalidades, atendendo aproximadamente 200 atletas. As renovações seguem, já que temos expressivos resultados esportivos. Não vamos descansar para que o esporte andreense retome todo seu protagonismo, respeitando o momento de pandemia. Felizmente estamos vencendo esta guerra e com isso poderemos retornar ao desenvolvimento das atividades, competições”, disse o prefeito Paulo Serra.

O primeiro convênio firmado com o Governo do Estado teve a verba de R$ 540 mil. A Prefeitura cedeu à época R$ 75 mil como contrapartida em colaboração com o projeto, totalizando R$ 615 mil. O programa atendeu mais de 1.300 crianças desde seu início, sendo importante ferramenta para a descoberta de novos talentos.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações