26 de novembro de 2021

Sto.André fecha 4 estabelecimentos suspeitos de comprar produtos furtados

Mais visitadas

Operação Ferro Velho perdurou por três dias e contou com a atuação da GCM, Departamento de Controle Urbano e Semasa, além das Polícias Militar e Civil

Sto.André fecha 4 estabelecimentos que compravam produtos furtados. Foto: Divulgação/PSA

A Operação Ferro Velho, desencadeada na última terça-feira (28/09), interditou quatro estabelecimentos irregulares na cidade. O fechamento destes locais foram realizados por questões administrativas, como problemas envolvendo a documentação sobre a permissão de funcionamento e falta de AVCB e suposto comércio irregular de produtos furtados.

Um dos locais interditados nesta quinta-feira (30/09), localizado na avenida Prestes Maia, funcionava 24 horas durante toda a semana e há suspeita de que o local seja responsável pela compra de produtos furtados durante o período da noite e madrugada. Outro local, com a mesma prática, também lacrado nesta quinta, fica em uma travessa da avenida da Paz e tinha suspeita de mesma prática criminosa.

A realização destas ações visa coibir o furto de grelhas de bueiros, tampões de ferro, grades, portões residenciais, lixeiras e fios de cobre. Os locais estão inseridos em um mapeamento direcionado realizado pela Guarda Civil Municipal. Este tipo de crime é previsto no Código Penal, no artigo 180, e prevê detenção de um a quatro anos em caso de flagrante, além de multa, para quem comete o crime e para quem revende este material.

“As operações vão continuar por toda a cidade, contando sempre com a análise das denúncias recebidas pelos canais de atendimento ao cidadão e também por conta da integração e do setor de inteligência das polícias. À medida que damos uma resposta com as forças policiais e as autoridades fiscalizatórias da Prefeitura, este número de delitos tende a diminuir cada vez mais”, destacou o secretário de Segurança Cidadã, Edson Sardano.

A Operação Ferro Velho abrangeu 18 bairros, concentrando-se na Vila Palmares, Sacadura Cabral, Vila Príncipe de Gales, Tamarutaca, Utinga, Camilópolis, Parque Novo Oratório, Jardim Cristiane, Campestre, Vila Luzita, Vila Tibiriçá. Centreville, Vila Junqueira, Vila Rica, Vila João Ramalho, Jardim Irene e Parque Miami. Nos três dias de operação foram fiscalizados 32 locais, 14 deles foram notificados, 10 receberam orientação administrativa, cinco estavam fechados no momento das operações, além de aplicação de uma multa ambiental e duas advertências.

Operação Ferro Velho abrangeu 18 bairros de Santo André. Foto: Divulgação/PSA

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) realiza orientação junto à população no sentido de coibir este tipo de delito na cidade. Panfletos são entregues orientando munícipes e comerciantes para que não comprem ou vendam ralos, grelhas, portões ou grades sem verificar qual é a procedência.

A orientação da autarquia é para que, caso a população verifique a ausência desses materiais ou flagre casos de furtos, que ligue para a central de atendimento do Semasa (0800-4848-115) ou envie mensagem por meio do site www.semasa.sp.gov.br no link Fale Conosco. Há ainda a opção de entrar em contato com a GCM por meio do número 153 ou pelo telefone 4428-1700.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações