Secretário de Mauá é acusado de agressão verbal e Paço abre sindicância

 Paulo Cordeiro, que coordena a Pasta de Administração, é acusado por servidora de gritar dentro do refeitório e pegá-la pelo braço; caso foi para na Delegacia da Mulher

 

secretário
Prefeitura de Mauá vai abrir sindicância nesta terça-feira para apurar acusação. Foto: Divulgação.

 

Um episódio que envolve a servidora Maria Vieira Vivo e o secretário de Administração, Paulo Cordeiro, foi para na Delegacia da Mulher, onde houve um registro de um BO (Boletim de Ocorrência). A funcionária púbica diz que foi até o refeitório para almoçar e foi informada de que não havia mais mistura e arroz. Ela se revoltou e disse que os serviços eram “péssimos” e o que estava acontecendo é “uma patifaria com o servidor”.

No BO, consta que Paulo Cordeiro ao ouvir a fala disparou: “Quem você pensa que é para ofender e tratar mal as pessoas aqui?! Eu não admito que tratem mal funcionário aqui na minha gestão não! A prefeitura está passando por muitos problemas, não vou admitir reclamações neste sentido”, relatou a servidora na delegacia.

De acordo com o documento, neste instante, ela começou a chorar e saiu para vomitar por ter se abalado emocionalmente com a situação. Outra informação no BO é de que os funcionários da empresa que serve as refeições, a Real Food, teriam tentado explicar ao secretário o que ocorria e que, mesmo assim, Cordeiro continuou a gritar.

Ainda de acordo com o BO, o secretário ainda teria abordado a servidora quando ela passava pela catraca da Prefeitura e teria afirmado que precisam conversar, e ela teria se recusado. “Tá vendo como você é durona, menina!”, teria dito o secretário conforme foi dito no Boletim de Ocorrência.

Durante o depoimento, a funcionária foi orientada na Delegacia da Mulher a fazer uma representação criminal no 1º DP (Distrito Policial) em até 180 dias.

A Prefeitura de Mauá, por meio de nota oficial, informou que tomou conhecimento da ocorrência no final da tarde desta segunda-feira (13/05) e que nesta terça-feira (14/05) vai instaurar uma sindicância “para apurar os fatos e iniciar os trâmites para tomar as devidas providências”.

2 Comentários

  1. SECRETARIOS, PESSOAS COM CARGO COMISSIONADO QUE MAU SABEM O SERVIÇO QUE CADA DEPARTAMENTO EXECUTA!!!!!!O PROBLEMA DO SERVIÇO PUBLICO ESTA NOS AUTOS SALARIOS A COMISSIONADOS!!!

    • Verdade Eduardo, muitos comissionados altos salários, e nada de dissídio ao servidor concursado! Ao servidor de carreira: BANANA. Saibam que a empresa contratada real food recebe $ da prefeitura e + $ 3,00 de cada funcionário servido, mesmo valor cobrado dos comissionados que mamam nas tetas do governo, com salário de no mínimo $ 4 mil (até o secretário municipal q recebe 3x mais) quer almoçar lá. Pra nós BANANA se sobrar!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*