Saúde de S.Caetano fecha 2022 com investimento de 35,21%, o maior da história

Mais visitadas

Secretaria da Saúde realizou prestação de Contas durante audiência pública na Câmara Municipal

Regina Mauá na Câmara
Saúde de S.Caetano fecha 2022 com investimento de 35,21%, o maior da história. Foto: Divulgação/PSCS

A Prefeitura de São Caetano aplicou 35,21% do orçamento na área da Saúde em 2022, o maior percentual da história. A aplicação de recursos na área saltou de 31,8% para 35,21% nos últimos quatro anos. “Em 2022 tivemos o maior investimento per capita na Saúde de São Caetano: R$ 3.149,42. Foram aplicados R$ 424 milhões na rede somente com recursos próprios”, explicou a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

Essa informação foi dada pela Secretaria de Saúde de São Caetano que prestou contas do terceiro quadrimestre de 2022 em audiência pública realizada nesta sexta-feira (24/02), na Câmara Municipal.

De acordo com a Pasta. em julho, uma grande ação foi feita para diminuir as filas represadas durante a pandemia aumentou consideravelmente a prestação dos serviços ambulatoriais, que envolvem procedimentos clínicos de consultas, fisioterapias, tratamentos clínicos, odontológicos e especializados. Todos tiveram grande evolução por conta das ações do ProSaúde Fila Zero.

“Observamos que, ao contrário de anos anteriores, quando há queda significativa em atendimentos ambulatoriais no último quadrimestre por conta de festas e férias, aumentamos em 20% a realização de exames de imagem, endoscopias, métodos diagnósticos em especialidades, entre outros, por conta dos mutirões do ProSaúde Fila Zero”, apontou Regina Maura.

O programa foi responsável por mais de 49 mil atendimentos em consultas, exames, cirurgias, atendimentos em telemedicina e fisioterapias, diminuindo em 75% a demanda que estava represada durante a pandemia.

Durante o quadrimestre a Secretaria de Saúde realizou mais de 80 ações. Entre elas ações de tecnologia e inovações, como o lançamento da Central Conectada, confirmação de consultas por WhatsApp e a Telemedicina, que em quatro meses realizou mais de 13 mil atendimentos em diversas especialidades.

A capacitação de funcionários para cuidados paliativos, orientações para Agentes Comunitários de Saúde sobre escorpiões, além da ampliação das ações do Núcleo de Educação em Urgência do SOS Cidadão 156, que treinou em primeiros socorros mais de 1,3 mil pessoas (entre profissionais da educação, alunos e colaboradores da Atenção Primária), também foram destaques no período.

A criação da Subsecretaria de Proteção e Bem-Estar Animal realizou diversas ações, como a retomada das castrações, a implantação do veterinário do NASF, o RG Animal, com a distribuição de plaquinhas com QR Code para localizar animais perdidos, canal de denúncias e as vacinações antirrábicas, que fecharam o ano com 1.313 aplicações.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações