28 de setembro de 2021

São Bernardo vai leiloar 355 carros, vans, caminhões e ônibus

Mais visitadas

Expectativa da Prefeitura é de que pregão seja lançado em maio deste ano

 

Expectativa da administração do prefeito Orlando Morando é de que pregão seja lançado em maio deste ano. Foto: Divulgação/PSBC-Gabriel Inamine

 

Depois de implantar um novo modelo para locomoção de servidores públicos, a Prefeitura de São Bernardo confirmou a realização de mais um leilão eletrônico de veículos municipais em desuso. A expectativa é que o pregão seja lançado em maio deste ano. São cerca de 355 itens, entre vans, caminhões, ônibus e carros – que passaram a ser inutilizados, após a contratação de empresa para fornecimento de corridas corporativas, por meio de aplicativo de transporte.

Implantada pela atual gestão, a política de mudança no sistema de deslocamento dos servidores públicos já rendeu cerca de R$ 25 milhões aos cofres públicos, sendo R$ 20 milhões de economia com o fim do contrato para frota de veículos que atendiam o primeiro escalão do governo e prefeito e R$ 5 milhões com o a implantação de corridas corporativas do aplicativo 99 Táxi. Além disso, a Administração já leiloou 303 veículos inutilizados desde 2018, garantindo a arrecadação de R$ 3,5 milhões.

“Quando assumimos a Prefeitura, a garagem de veículos estava cheia de carros abandonados, sem manutenção e totalmente sem uso. Já vendemos uma parte, mas ainda restam 355 unidades. Essa mudança, além de trazer mais eficiência, gerou uma economia muito grande para a cidade. Agora, secretários e prefeito usam carro próprio, como qualquer outro trabalhador.

Paralelamente, implantamos um novo sistema mais moderno de deslocamento dos funcionários”, explicou o prefeito Orlando Morando.

Oficializada em julho de 2018, a troca da frota de carros oficiais pelo uso de aplicativo de transportes trouxe impactos significativos nos custos operacionais da Administração, além de diminuir o tempo de deslocamento e trazer maior comodidade aos servidores, uma vez que o sistema dispensa o uso de estacionamento, abastecimento, entre outros fatores.

 NOVA FROTA DA GCM

Além do novo sistema de chamados para corrida, a Administração também promoveu a renovação completa da frota da Guarda Civil Municipal (GCM), por meio de contrato de locação. Foram 50 carros zero quilômetro, além de cinco modelos reservas, para reforço do trabalho de patrulhamento e combate ao crime na cidade. Todos os veículos foram emplacados na cidade, possibilitando a reversão de impostos aos cofres municipais. O modelo traz economia ao governo municipal.

 

 

 

Mais publicações

1 COMENTÁRIO

  1. Nenhum país sério e desenvolvido políticos, assessores, juízes, oficial de polícia, e outros utilizam veículos públicos. Essa farra com grana pública precisa ter um fim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações