25 de junho de 2021

São Bernardo registra abertura de 48 empresas por dia no 1º quadrimestre

Mais visitadas

Programas de incentivo ofertados pela Prefeitura se consolidam como atrativo para novos negócios

Prefeitura de São Bernardo, comandada por Orlando Morando, registrou, no primeiro quadrimestre do ano, a abertura de 5.822 novas empresas na cidade. Foto: Divulgação/PSBC

Mesmo diante da pandemia causada pelo Coronavírus e as graves consequências para a economia, a Prefeitura de São Bernardo registrou, no primeiro quadrimestre do ano, a abertura de 5.822 novas empresas na cidade, o correspondente a 48 por dia. Os dados integram levantamento realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo (SDECT) entre janeiro e abril de 2021.

O estudo mostra que o município ostenta saldo positivo no balanço de abertura e fechamento de empresas no primeiro quadrimestre. Foram abertos 5.822 negócios e, no mesmo período, fechados 1.759, proporcionando saldo positivo de 4.063 novas empresas na cidade. No total, São Bernardo conta hoje com 100,5 mil empresas ativas.

Para o prefeito Orlando Morando, o cenário é fruto das diversas ações de incentivo aos novos negócios. “Desde 2017, adotamos políticas públicas para fomentar a economia e atrair novas empresas, desde manutenção, expansão e inovação do parque produtivo instalado, estímulo e apoio à revitalização de áreas industriais, incluindo áreas degradadas e galpões, programa municipal de inovação, atração de investimentos para pesquisa e desenvolvimento e revisão da lei de incentivos”, destaca.

Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo, Hiroyuki Minami observa que a Prefeitura oferta desde capacitação gratuita por meio dos programas Emprega São Bernardo e Qualifica + SBC, crédito simplificado por meio de parceria com o Banco do Povo Paulista, do governo do Estado, além de incentivos fiscais, como é o caso do Certificado de Licenciamento de Atividade Domiciliar (CLAD), criado para fomentar o desenvolvimento da economia local. “Outro detalhe é que nosso tempo de abertura, viabilidade e registro de empresa está bem abaixo da média estadual. Hoje, um novo negócio pode ser aberto no prazo de 2 dias e 17 horas em São Bernardo, enquanto que no Estado o tempo médio é de 3 dias e 2 horas”, ressalta Minami.

Uma das empresas que apostou em São Bernardo para sua expansão é o Grupo Flash Courier, com sede já instalada no Parque São Pedro e que agora finaliza as instalações de um centro de distribuição da Moove +, no bairro Cooperativa. Em visita ao local na manhã desta quinta-feira (27/05), o prefeito observou de perto todo investimento tecnológico que está sendo realizado e que promete gerar mais 250 postos de trabalho no município. “Fizemos um grande investimento, de R$ 25 milhões, no meio da pandemia, para essa expansão. São Bernardo tem nos dado muita sorte”, observa o CEO da empresa, Guilherme Juliani.

PERFIL – Quando observado o modelo de negócio das novas empresas, o principal destaque são os Microempreendedores Individuais (MEIs), que respondem por 80% das novas empresas abertas no primeiro quadrimestre. Na sequência, aparecem os tipos de negócio de sociedade limitada (LTDA), com 15% das novas empresas. O município também atraiu empresas dos modelos EIRELLI, sociedade anônima, consórcio e cooperativa.

Conforme o levantamento da SDECT, a maior parte das novas atividades formalizadas em São Bernardo no primeiro quadrimestre está relacionada à promoção de vendas; seguida de preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo; comércio varejista de artigos de vestuários e acessórios; transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos; fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar; cabeleireiros, manicures e pedicures; outras atividades auxiliares dos transportes terrestres; restaurantes e similares, entre outros.

CAGED – São Bernardo registrou saldo positivo na geração de postos de trabalho formais no mês de abril. Foram criadas 409 vagas líquidas com carteira assinada no período (7.588 admissões e 7.179 desligamentos), o melhor resultado para abril desde 2013. As informações integram levantamento mensal do Ministério da Economia, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

APOIO AO EMPREENDEDOR – São Bernardo foi considerado o 7ª melhor município do País no Índice de Cidades Empreendedoras 2020, elaborado pela Endeavor em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap). A cidade é a única do Grande ABC que aparece no ranking dos 10 maiores municípios brasileiros que reúnem as melhores condições para a abertura de negócios e ocupa a 3ª colocação do Estado de São Paulo.

Entre as políticas públicas criadas pela Prefeitura de São Bernardo para o fortalecimento da cultura empreendedora no município, destaque para a Sala de Empreendedor. Criado em 2017, o programa é referência na prestação de serviços a micro e pequenas empresas da cidade e tem como parceiro o Sebrae-SP. No espaço, empresários podem encontrar auxílio no desenvolvimento de suas ideias e negócios, passando pela formalização de sua empresa, com acompanhamento do dia a dia das rotinas e planejamento de sua atividade.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações