São Bernardo recebe 10 novos respiradores para o Hospital de Urgência

Prefeito Orlando Morando destaca, em visita ao local, que unidade de Saúde passa a contar com 50 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19

Prefeito Orlando Morando destaca, em visita ao local, que Hospital de Urgência passa a contar com 50 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19. Foto: Divulgação/PSBC

 

A Prefeitura de São Bernardo recebeu, na noite desta segunda-feira (1º/06), dez novos respiradores para aumentar a capacidade de atendimento de pacientes com Coronavírus no recém-entregue Hospital de Urgência (HU). Os equipamentos permitirão a abertura, a partir desta terça-feira (02/06), de dez novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no local, ampliando para 50 a quantidade de vagas destinadas a doentes em estado grave, além dos 170 leitos de enfermaria já existentes.

Em visita ao HU na noite desta segunda-feira (1º/06), o prefeito Orlando Morando ressaltou a importância dos ventiladores mecânicos para o enfrentamento da pandemia. “Na UTI, quando o caso do paciente é agravado, esses equipamentos são de extrema necessidade. O nosso Hospital de Urgência já tinha 40 UTIs funcionando com respiradores, agora, aumentamos em mais dez UTIs e ainda temos 30 leitos que aguardam respiradores. Quero agradecer ao Governo do Estado e ao Governo Federal, que atenderam parte da nossa solicitação com essa entrega”, destacou, ao lado da deputada estadual Carla Morando e do secretário de Saúde de São Bernardo, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.

Os equipamentos foram enviados pelo Ministério da Saúde via Governo do Estado como parte do trabalho de ampliação da estrutura de Saúde do município para acolher pacientes acometidos pela Covid-19. A Prefeitura aguarda a chegada de outros 30 ventiladores mecânicos para que o HU opere com 100% da sua capacidade, totalizando 80 leitos de UTI e 170 de enfermaria, exclusivamente voltados às pessoas contaminadas pelo Coronavírus.

“Os ventiladores mecânicos são praticamente a divisa entre a vida e a morte. Na hora em que a pessoa está em estado grave, um aparelho desse é fundamental. Com este equipamento, a gente consegue ter muito mais tranquilidade para cumprir nosso compromisso de que nenhum morador de São Bernardo fique sem assistência”, reforçou Dr. Geraldo, ao lembrar que o município passa a contar com 487 leitos em funcionamento totalmente dedicados ao atendimento de pacientes com Covid-19, sendo 121 deles de UTI.

SOBRE O HOSPITAL DE URGÊNCIA – O maior hospital construído para atender pacientes acometidos pela Covid-19 do País foi inaugurado no dia 14 de maio, após investimento de R$ 127,6 milhões da Prefeitura de São Bernardo. A Administração municipal contou ainda com o auxílio financeiro de R$ 25 milhões do Governo Federal, além de R$ 20 milhões do Governo do Estado para aquisição de equipamentos.

Com construção iniciada em maio de 2017, o HU foi idealizado para substituir o Hospital Pronto-Socorro Central, que possui quase meio século de existência, no entanto, durante a pandemia, ambos equipamentos seguem em funcionamento para garantir a assistência aos moradores de São Bernardo.