Santo André terá a tarifa de vale-transporte mais cara do Grande ABC

Mais visitadas

Valor pago pelo empregador subirá de R$ 5,95 para R$ 6,50 a partir do dia 3 de janeiro; tarifa comum do transporte público passará de R$ 4,75 para R$ 5

ônibus de Santo André
Santo André terá a tarifa de vale-transporte mais cara do Grande ABC. Foto: Divulgação/

Com o reajuste da tarifa do transporte público municipal, Santo André passará a ter o vale-transporte mais caro da região do Grande ABC. A partir do dia 3 de janeiro, os empregadores passarão a desembolsar R$ 6,50 por embarque de cada funcionário.

Antes o valor era de R$ 5,95 por viagem, ou seja, um aumento de R$ 0,55. A mudança foi confirmada em publicação nos atos oficiais desta sexta-feira (30/12). Para pagamentos na catraca, em dinheiro ou no cartão, o valor da passagem na cidade passará de R$ 4,75 para R$ 5, também a partir da próxima terça-feira (3/1).

Depois de Santo André, a segunda tarifa de vale-transporte mais cara no Grande ABC é a da cidade de Diadema, cujo valor é de R$ 6. Na sequência, aparecem as cidades de São Bernardo, com tarifa única de R$ 5,75, e São Caetano, também com tarifa única de R$ 5.

Na Grande São Paulo, também anunciaram o reajuste do valor das passagens comuns do transporte coletivo as cidades de São Caetano (de R$ 4,50 para R$ 5), São Bernardo (de R$ 5,10 para R$ 5,75), ambas com tarifa única, Diadema (de R$ 5,10 para R$ 5,50; para quem optar pelo pagamento pelo cartão o valor permanece congelado em R$ 4,50), Guarulhos (de R$ 4,90 para R$ 5,10 no cartão ou R$ 5,30 em dinheiro), Itapevi (de R$ 5 para R$ 5,30) e Carapicuíba (de R$ 5 para R$ 5,30).

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações