Santo André oficializa reajuste salarial para servidor

 Projeto foi protocolado nesta terça-feira na Câmara e prevê R$ 100

Prefeito de Santo André protocola projeto que prevê reajuste salarial para servidores. Foto: Divulgação/PSA-Ricardo Trida

O Executivo de Santo André oficializou nesta terça-feira (5) o reajuste salarial para os 14 mil servidores da cidade. O prefeito Paulo Serra (PSDB) foi até o Legislativo para protocolar o projeto que prevê a incorporação de R$ 100 na remuneração do funcionalismo. Para entrar em vigor, a Câmara precisa aprovar a matéria em dois turnos.

De acordo com a Prefeitura, os mais beneficiados são os servidores com as menores rendas. “86% dos servidores terão ganho real, ou seja, acima do índice de inflação. Cerca de 2 mil funcionários terão 7% de aumento e outros 2,5 mil – que representam 33% da folha de pagamento – passarão a receber não apenas a incorporação, mas também R$ 110 de cesta básica, resultando em aumento total de 11%. A cesta básica agora também está estendida até a faixa 6, colaborando para que mais funcionários recebam o benefício”, informou a Prefeitura.

Antes de apresentar o projeto, o governo enfrentou manifestações, passeata e até paralisação de um dia que atingiu principalmente a área da Educação. Houve ainda seis rodadas de negociação salarial com o Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos de Santo André).

Conseguimos com esse acordo melhorar a vida dos que ainda recebem salários menores, que mais precisam. Ampliamos o valor e atingimos mais faixas. Para 2019 já estamos em tratativas para mais dois mil funcionários receberem também a cesta básica, chegando a 90% do total”, disse o prefeito.

1 Comentário

  1. Piads. No ano passado garantia que daria reposição da inflação
    Dar valor de cesta básica é um logro, porque não incorpora em salários e em benefício inclusive para fins de aposentadoria e ou férias 13°
    Enganador?

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*