11 de agosto de 2022

Santo André inicia revisão do Marco Regulatório da Política Urbana

Mais visitadas

Processo vai avaliar e propor mudanças nas principais leis sobre o desenvolvimento urbano da cidade

prefeito de santo andré paulo serra
Santo André inicia revisão do Marco Regulatório da Política Urbana

A Prefeitura de Santo André, por meio da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos (Upae), iniciou a revisão participativa do Marco Regulatório da Política Urbana. O processo inclui análise sobre as principais leis de desenvolvimento urbano da cidade e vai estimular a participação da sociedade por meio de seminários e audiências públicas, além de canais permanentes de diálogo e recebimento de propostas e sugestões.

Entre as legislações que serão revisadas estão o Plano Diretor, a Lei de Zoneamento e o Código de Obras e Edificação, além de leis específicas. Para auxiliar a administração municipal e a sociedade andreense, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) foi contratada, por meio de licitação, para realizar a escuta e o diagnóstico do novo Marco Regulatório.

“A partir de agora teremos a oportunidade de identificar reais possibilidades de atualizar a nossa legislação urbanística para promover um novo processo de desenvolvimento econômico, social e ambiental para a nossa cidade. E isso será feito em parceria com a Fipe, que tem reconhecida experiência na elaboração desta nova legislação e que contará com total apoio do nosso corpo técnico de funcionários”, explica o prefeito Paulo Serra.

A parceria entre a Prefeitura de Santo André e a Fipe será de 12 meses. Ao todo, o contrato estabelece a contribuição de profissionais de variadas áreas: urbanistas, arquitetos, advogados, técnicos de TI e pesquisadores. “A primeira etapa da revisão participativa do Marco Regulatório será apresentar um grande diagnóstico da cidade e seus principais problemas para a população. Em seguida, realizaremos diversos seminários e audiências públicas para escutar nossos moradores e incluir suas orientações no novo plano de desenvolvimento da cidade”, enfatizou o superintendente da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos, José Police Neto.

O processo inclui diagnóstico de diversos setores, como saneamento, habitação, geração de emprego, mobilidade, entre outros. Também está prevista a produção de indicadores de metas de todas as áreas de atuação do poder público, tanto municipais como regionais.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações