Santo André disponibiliza mais de 150 animais para adoção neste domingo

Mais visitadas

Primeira edição do ano da tradicional feira “Eu amo, eu adoto” ocorrerá na tenda azul do Parque Central, das 10h às 15h

cão Bartolomeu
Santo André disponibiliza mais de 150 animais para adoção, entre ele está o cahorrinho Bartolomeu. Foto: Divulgação/PSA

Santo André, 27 de janeiro de 2023 – A tenda azul do Parque Central, em Santo André, vai receber neste domingo (29) a primeira edição do ano da tradicional feira de adoção “Eu amo, eu adoto”. Estarão disponíveis mais de 150 animais resgatados por protetoras e animais que estão tutelados pela Gerência de Controle de Zoonoses.

Um dos cachorros em busca de um novo lar é o Bartolomeu, um tradicional vira-lata caramelo de dois anos que está cheio de amor para dar. Após ser abandonado pela família, foi resgatado e agora está em um lar temporário.

Quem também está disponível para adoção é a cadela Pretinha, que tem apenas quatro meses e desde o nascimento vive nas ruas. Resgatada no Jardim Cristiane com seus outros dois irmãos, a peluda tem temperamento doce e brincalhão.

Todos os animais estão vacinados e vermifugados. Os pets com mais de quatro meses serão disponibilizados castrados.

A protetora independente Márcia Mastrosa trabalha como Táxi Dog e participa da feira de adoção há muito tempo. Na edição deste domingo ela levará quatro filhotes e está na torcida para que todos sejam adotados.

“Temos muitas histórias de cachorros idosos e deficientes que estão comigo, mas infelizmente, não conseguimos um lar para eles. É muito mais difícil doar um cão com mais de cinco anos. Acabamos ficando com os cachorros mais velhos. A gente sempre leva na feira, mas é mais difícil de conseguir um lar, tem um comigo há dois anos e outro que espera por um lar há mais de ano”, diz a protetora.

Márcia avalia que a castração sempre será uma aliada na redução de animais abandonados. “A castração é um ato de amor e auxilia a reduzir o número de animais abandonados na rua. Hoje em dia há animais jogados em saco de lixo, as pessoas estão sem senso nenhum. A castração também auxilia em muitas doenças. A Prefeitura oferece castração gratuita nas clínicas e no Castramóvel, então não tem desculpa. Algumas pessoas não cuidam e também não querem castrar”, lamenta.

Sobre a feira

Lançada em 2017, a feira de adoção “Eu amo, eu adoto” já garantiu um novo lar para mais de 2,5 mil animais. Para adotar, o interessado deve ter mais de 18 anos, apresentar o comprovante de endereço com o nome do proprietário, além dos documentos pessoais, como RG e CPF. O adotante passará por breve entrevista, inclusive com assinatura do termo de compromisso pela posse responsável.

O processo de adoção contribui para a redução do número de animais abandonados nas ruas, prevenindo agressões, acidentes de trânsito, maus tratos e crueldade. Os novos tutores deverão exercer a posse responsável, que não implique em um novo abandono. Toda a adoção deve ser feita com muito critério e responsabilidade.

A feira de adoção é realizada sempre no último domingo do mês, na tenda azul do Parque Central, das 10h às 15h. O endereço é Rua José Bonifácio, s/n, na Vila Assunção.

Serviço:

Feira de Adoção “Eu amo, eu adoto”      

Data: 29/1/23 (domingo)

Horário: Das 10h às 15h

Local: Tenda azul do Parque Central

Endereço: Rua José Bonifácio, s/n – Vila Assunção

Mais publicações

Últimas publicações